Lopetegui é apresentado oficialmente no Real Madrid após demissão da seleção espanhola

Técnico que fora demitido às vésperas da Copa, assina contrato de três anos com o clube merengue

Lopetegui é apresentado oficialmente no Real Madrid após demissão da seleção espanhola
Comandante estava à frente da Espanha na Copa (Foto: Getty Images/Quality Images Sport)

Apesar das atenções estarem voltadas todas para a Rússia que está sediando a Copa do Mundo, a quinta-feira (14) foi movimentada em Madri, onde o Real Madrid apresentou oficialmente o novo técnico no clube merengue, Julen Lopetegui que assina contrato por três anos,  até 30 de junho de 2021.

O técnico, chega depois de ser demitido da seleção espanhola às vésperas da Copa do Mundo. No começo da semana, o Real Madrid emitiu um comunicado em seu Twitter oficial de que o comandante iria se apresentar após o mundial.

Contudo a decisão do técnico irritou Luis Rubiales,  presidente da Federação Espanhola de Futebol, que não concordou com a decisão de Lopetegui, visto que o anúncio ocorreu de repente, onde o mesmo não foi comunicado, resultando em irritação por parte do dirigente que demitiu o técnico na última quarta-feira.

Em discurso durante a apresentação do técnico, o presidente do clube merengue, Florentino Pérez, discursou para a imprensa e falou que o clube não tinha a intenção em causa um desconforto com a seleção ao fazer o anúncio às vésperas da Copa.

"Ele foi jogador, treinador do Real Madrid B e hoje assume o cargo de treinador principal. Querido treinador, hoje volta à sua casa depois de ter feito umas Eliminatórias brilhantes para o Mundial da Rússia. Sei que hoje é um dia repleto de emoções e também de sentimentos controversos, porque sonhava com a Copa do Mundo. O sonho de ganhar a Copa e também com o Real Madrid. Os torcedores agradecem com carinho. O Real Madrid e Julen Lopetegui chegaram a um acordo com o exercício de liberdade de ambas as partes. Nosso objetivo era mostrar transparência para evitar boatos. Falamos de profissionais de nível e que não perdem sua concentração. Não há nenhum argumento para que justifique que Julen Lopetegui não esteja no banco da seleção. Temos muita alegria de contar com um grande treinador. Querido Julen, hoje vai sentir o apoio e carinho de todos. Bem-vindo a sua casa, ao Real Madrid", esclareceu.

Jogador dos Blancos de 1988 a 1991, e técnico das categorias de base em 2008 e 2009, Lopetegui também comemorou o retorno ao clube, mas se mostrou triste com a demissão da seleção.

"Espero não me emocionar muito. É um dia para estar emocionado. Muito obrigado, presidente. Pela confiança e responsabilidade que assumo como muito orgulho. Estar aqui é a máxima exigência. Vamos tratar de dar o melhor aqui no clube. Me sinto pronto, com a força que acompanha o Real Madrid e como treinador isso não em fará falta. Ontem foi o dia mais triste da minha vida, depois da morte da minha mãe, mas hoje, é o dia mais feliz da minha vida", ressaltou.