Dia 3 de #VAVELnaRússia tem muralha islandesa, muitos pênaltis e VAR decisivo

Dia 3 de #VAVELnaRússia tem muralha islandesa, muitos pênaltis e VAR decisivo

Croácia, França e Dinamarca estreiam com vitória na competição; com direito a Messi perdendo pênalti, Argentina ficou no empate diante da novata Islândia

Caio__Vinicius
Caio Vinicius

O primeiro fim de semana da Copa do Mundo na Rússia começou bastante movimentado. Neste sábado (16), o terceiro dia de jogos foi especial para o torcedor mais fanático, pois é a única data do torneio em que tivemos quatro partidas em horário diferentes.

As favoritas do Grupo C, França e Dinamarca tiveram jogos apertados contra Austrália e Peru, respectivamente, mas saíram com a vitória. No Grupo C, a Croácia mostrou sua superioridade diante da Nigéria e venceu com tranquilidade. Mas o grande resultado do dia ficou para a Argentina, que empatou com a Islândia e viu a chance de vencer escapar em um pênalti desperdiçado por Messi.

Repercussões do dia

Van Marwijk destaca performance da Austrália apesar de derrota: "Ninguém esperava"

+ Autor do gol da vitória, Pogba enaltece vitória da França: "Copa não tem time pequeno"

Deschamps admite atuação ruim, mas valoriza vitória francesa: "A primeira é muito importante"

Sampaoli defende Messi e crê em recuperação da Argentina na Copa

Técnico da Dinamarca elogia goleiro Schmeichel após vitória: "Um dos melhores do mundo"

Gareca elogia e absolve Cueva por pênalti perdido após derrota para Dinamarca: "Tem personalidade"

+ Técnico da Croácia, Zlatko Dalic enaltece jogadores: "Fomos muito disciplinados e merecemos vencer"

+ Técnico da Nigéria reconhece superioridade da Croácia: "Ficamos decepcionados"

Resumo dos jogos

A manhã se iniciou já com bastante emoção. Em um jogo marcado pelo uso da tecnologia, a França bateu a Austrália e assumiu a liderança do Grupo C.

Telão em Kazan mostrou lance do pênalti em cima de Griezmann (Foto: Catherine Ivill/Getty Images Sport)

O grande momento da partida foi aos 57 minutos Griezmann caiu na área e o árbitro uruguaio Andrés Cunha mandou seguir. Mas após consultar o VAR, algo inédito num Mundial, confirmou a infração. O francês foi pra cobrança e converteu. Minutos depois foi a vez do capitão australiano Jedinak empatar o jogo também em penalidade. Por fim, mais uma vez a tecnologia foi usada. Pogba finalizou travado e a bola quicou dentro do gol. O juiz contou com o auxílio do chip para confirmar que ela ultrapassou a linha.

No segundo jogo do dia, a Argentina sofreu na mão da estreante em Copas, Islândia. Com o craque da equipe perdendo pênalti decisivo, os hermanos apenas empataram com a novata seleção islandesa.

Mesmo abrindo o placar com um golaço de Aguero, os sul-americanos tiveram dificuldades para se livrar da forte marcação islandesa e ainda contaram com a própria defesa entregando o ouro. Resultado: gol de Finnbogason, o primeiro da Islândia em uma Copa. 

Halldorsson brilhou e evitou gol de Messi (Foto: Action Plus/Pierre Teyssot/Getty Images)

Foi então que dois personagens vieram á tona: Halldorson e Lionel Messi. Após pênalti em Meza, o atacante argentino pegou a bola e cobrou de perna esquerda, mas o gigante goleiro islandês conseguiu defender a penalidade e se tornou herói ao garantir o empate.

No início da tarde, Peru e Dinamarca fecharam a rodada do Grupo C em um belo jogo na Mordovia Arena. Voltando a Copa do Mundo, a seleção Peruana não aproveitou as chances e foi castigada pelos dinamarqueses.

Schmeichel comemora uma de suas defesas na vitória sobre Peru (Foto: Mikhail Japaridze/TASS/Getty)

Assim como nas duas primeiras partidas, tivemos mais pênalti e VAR sendo chamado. Cueva sofreu falta dentro da área e após uma certa demora, o juiz consultou o árbitro de vídeo e confirmou o pênalti. O astro peruano cobrou mal e isolou a bola.

Pecando em frente ao gol de Schmeichel mesmo com o retorno de Guerrero ao ataque, o Peru fez jus aquele velho ditado: Quem não faz, leva! A Dinamarca foi pra cima e castigou os peruanos com um gol de Poulsen no início da etapa complementar.

Já em Kaliningrado, Croácia e Nigéria encerraram o sábado de quatro jogos. No jogo mais sonolento do dia, os croatas não se intimidaram com os nigerianos e venceram por 2 a 0.

Modric (10) marcou segundo dos croatas contra Nigéria (Foto: PATRICK HERTZOG/AFP/Getty Images)
Modric (10) marcou segundo dos croatas contra Nigéria (Foto: PATRICK HERTZOG/AFP/Getty Images)

Numa partida sem emoções até os 30 minutos, o placar foi inaugurado com um gol contra de Etebo para a Croácia. Na segunda etapa, Mandzukic foi derrubado na área e o juiz assinalou o quinto pênalti do dia. Capitão e camisa 10, Modric foi pra marca da cal e converteu para dar números finais a vitória da Croácia.

VAVEL Logo