Com auxílio do VAR, Suécia triunfa sobre Coreia do Sul

Com auxílio do VAR, Suécia triunfa sobre Coreia do Sul

Juiz Joel Aguilar recorreu ao árbitro de vídeo para marcar a penalidade máxima, que garantiu a vitória dos suecos

IzabelleFranca
Izabelle França

Precisou passar 382 minutos para a Suécia balançar as redes. Na manhã desta segunda-feira (18),  os escandinavos venceram a Coreia do Sul, por 1 a 0, no Estádio de Níjni Novgorod. O único tento da partida surgiu devido ao uso da tecnologia: um pênalti marcado com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR) e convertido pelo zagueiro Andreas Granqvist.

Com o resultado favorável, a Seleção Sueca permanece invicta diante dos sul-coreanos.  Em cinco confrontos, foram três vitórias e dois empates. Além disso, mantém a invencibilidade na fase de grupo da Copa do Mundo, na qual, não perde desde 1990.

Recordes a parte, o confronto foi o mais faltoso do mundial, com 43 falta. Agora, os Blagult dividem a liderança do Grupo F com o México, que no domingo derrotou a Alemanha pelo mesmo resultado.

Assim que o juiz apitou para iniciar a partida, começou os 16 minutos de falta e um jogo truncado. A primeira boa jogada veia com a Suécia. O zagueiro Granqvist foi para o ataque,tabelou com  Berg, que devolveu com um toque de letra, o camisa 4 entrou na área e na hora de finalizar foi desarmado pela defesa coreana.

A chance mais claro de gol, veio com os suecos aos 20’. Em pressão no ataque, Olsson faz o cruzamento pelo lado esquerdo do campo. A sobra fica com Lustig, que joga a bola na área de novo, Toivonen toca para Berg que chuta de bico na pequena área, mas o goleiro Cho Hyun-Woo fez bela defesa. Em cobrança de escanteio, Jansson subiu alto, cabeceia e a bola passou raspando a trave.

Aos 26’, uma cena preocupante. Após tentar recuperar a bola que saia pela lateral, Park Joo-Ho sentiu, ficou caído com muitas dores na coxa direita, acabou tendo a região envolvida por um plástico, precisando ser substituído às pressas.   

Os sul-coreanos resolveram partir para o ataque aos 34’. Son Heung-Min arrancou em alta velocidade pela direita. Deixou Granqvist para trás, porém, na hora de cruzar na linha de fundo foi interceptado. Em um bom contra-ataque, Ki Sung-Yueng passou para Lee Jae-Sung, tento abrir espaço para o chute que bateu em cima da zaga sueca.

Com amplo domínio na partida, a Suécia tenta chegar à área coreana na base de lançamentos e cruzamentos aéreos. Granqvist lança para Berg, dominou no peito e bateu cruzado, a bola passa próxima ao gol e vai pra fora.

Nos acréscimos, Lustig fez bom cruzamento. Claesson cabeceia no meio da área, a bola desviou na defesa adversária e saiu por cima do gol.

Foto:Divulgação/Clive Mason/Getty Images

O segundo tempo foi mais animado. Logo no início, Os Tigres da Ásia assustaram o goleiro Olsen. Kim Min-Woo mandou a bola na área. Koo Ja-Cheol se antecipou, contudo, cabeceou  pra fora e lamentou a falta de sorte.

Em cobrança de falta, Larsson cruzou forte para área, Toivonen cabeceou no canto esquerdo,mas o goleiro Cho Hyun-Woo fez outra grande defesa. Aos 13’, em uma disputa de bola pela lado direito do campo, Hwang Hee-Chan deixou o Granqvist no chão, tocou rasteiro e Jansson chega no primeiro posta para fechar o espaço mandando para escanteio. Em seguida, Lee Jae-Sung cobrou curto, a Coreia do Sul tentou novo cruzamento. A defesa sueca conseguiu fazer o corte

Tudo parou aos 17’. Kim Min-Woo cometeu falta em cima de Claesson. Os jogadores da Suécia pediram pênalti, e o juiz mandou o jogo seguir. No entanto, o árbitro Joel Aguila parou a partida com a bola ainda em campo. Após revê o lance, assinalou a penalidade máxima. O capitão Granqvist, se concentrou e olhando fixo para o goleiro, chutou firme: goleiro pro lado e bola para o outro. 1 a 0.

Tentando dar uma resposta, Son Heung-Min escorou de cabeça para trás. Hwang Hee-Chan tentou fazer o giro, mas caiu na hora de finalizar. Posteriormente, o camisa 11 sofreu uma falta. Na hora do cruzamento, a zaga Blagult afastou o perigo. Na sobra, Lee Seung-Woo chutou de fora da área e a bola sai em escanteio.

Em pressão coreana na reta final, Lee Jae-Sung recebeu belo lançamento. O camisa 17 escora para o meio, o atacante Hwang Hee-Chan chegou  para cabecear e mandou pra fora, desperdiçando a última chance do jogo.

Foto:Divulgação/Clive Brunskill/Getty Images

Na segunda rodada do grupo F, no próximo sábado (23), a Coreia do Sul encara  o México, às 12h (de Brasília), na Arena Rostov. Já a Suécia enfrenta a Alemanha, às 15h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Sochi.

VAVEL Logo
CHAT