Jovens talentos: com elencos de baixas médias de idade, Tunísia e Inglaterra medem forças

Jovens talentos: com elencos de baixas médias de idade, Tunísia e Inglaterra medem forças

Inglaterra tenta por fim a série de quatro sem vitórias em Mundias contra adversário que se mostrou ser difícil de ser batido em amistoso

Araujo_Luis
Luis Araujo
Tunísia Aymen Mathlouthi; Nagguez, Syam Ben Youssef, Meriah e Ali Maaloul; Anice Badri, Ghailene Chaalali, Wahbi Khazri, Ben Amor e Naïm Sliti; Ben Youssef.
Inglaterra Butland; Kyle Walker, Stones e Gary Cahill; Trippier, Jesse Lingard, Eric Dier, Dele Alli e Ashley Young; Raheem Sterling e Harry Kane.
INCIDENCIASPrimeira rodada Grupo G da Copa do Mundo, no estádio Volgogrado.

Inglaterra e Tunísia estreiam na Copa do Mundo de 2018 nesta segunda-feira (18), às 15h, na Volgograd Arena, em Volgogrado, na Rússia, pelo Grupo G. Pela mesma chave, um pouco mais cedo, duelam Bélgica e Panamá.

Uma vitória da Inglaterra em um jogo de Mundial já é uma lembrança distante, tanto que muitos lutariam para lembrar a vitória de 1 a 0 contra a Eslovênia há quase oito anos na África do Sul 2010. Nenhum jogador envolvido naquele jogo está entre os convocados para a Rússia 2018.

Agora, este rejuvenescido time inglês tentará encerrar uma série de quatro partidas sem vencer no torneio, quando enfrentar os norte-africanos que estão longe de ser ingênuos e terão ambições próprias no torneio. Em recentes amistosos, a Tunísia mostrou-se um adversário forte e bem organizado.

Seleção renovada

Os ingleses, que conquistaram o Mundial apenas uma vez, em 1966, estão longe de serem favoritos, mas apresentam uma boa renovação, ainda mais por conta das categorias de base, responsáveis pelos títulos dos Mundiais Sub-17 e Sub-20.

Gareth Southgate, comandante da Inglaterra, pediu cuidado com o adversário, apesar do favoritismo do seu país.

"Não podemos desmerecer nenhum adversário em uma Copa do Mundo, pois este é um erro que normalmente acaba muito mal. Temos que trabalhar de maneira eficiente e fazer o jogo ficar a nosso feitio", disse o treinador.

Foto: FIFA/Getty Images
Dele Alli é a esperança do meio-campo inglês (Foto: FIFA/Getty Images)

Para este compromisso a Inglaterra terá força máxima, já que o meia Jordan Henderson, que chegou a ser dúvida por conta de desgaste muscular, se recuperou e vai a campo. O destaque do time é o artilheiro Harry Kane, que vem se destacando pelo Tottenham. Ele tem a companhia de um Raheem Sterling, que também não pode ser desprezado pelos adversários da Seleção da Rainha.

Craques fora da Copa

A Tunísia é que perdeu seus craques antes mesmo da Copa. O meia Youssef Msakni foi cortado por conta de uma lesão no joelho direito. Era o mais habilidoso de uma equipe que ainda sofreu as baixas do atacante Taha Yassine Khenissi, do ES Tunis, por lesão no joelho esquerdo.

Foto: FIFA/Getty Images
Khazri é o artilheiro da equipe tunisiana (Foto: FIFA/Getty Images)

Assim, os destaques do time tunisiano são o meia Naim Sliti e o artilheiro  da equipe Wahbi Khazri. O técnico Nabil Maaloul admite que terá que impor um estilo defensivo nesta estreia para não ser derrotado com facilidade.

"Temos que jogar dentro das nossas limitações e com obediência tática", analisou o treinador da Tunísia.

VAVEL Logo

Inglaterra Notícias

há 7 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 11 dias
há 11 dias
há 13 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias