Buscando classificação antecipada, Dinamarca enfrenta Austrália em Samara

Dinamarqueses podem confirmar vaga na segunda fase dependendo dos resultados do grupo; Atuação no primeiro jogo deixa australianos esperançosos

Buscando classificação antecipada, Dinamarca enfrenta Austrália em Samara
Arte: Rodrigo Rodrigues/VAVEL Brasil
Dinamarca
Austrália
Dinamarca: Schmeichel; Dalsgaard, A. Christensen, Kjaer, Jens Larsen; Schone, Delaney, Eriksen; Pione Sisto, Jorgensen, Y. Poulsen. Técnico: Age Hareide
Austrália: Ryan; Risdon, Milligan, Sainsbury, Behich; Mile Jedinak, A. Mooy, Kruse; Leckie, Rogic, Nabbout. Técnico: Bert van Marwijk
ÁRBITRO: Antonio Mateu Lahoz (ESP)
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA SEGUNDA RODADA DO GRUPO C DA COPA DO MUNDO RÚSSIA 2018.

Abrindo a segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo 2018, as equipes de Dinamarca e Austrália se enfrentam nesta quinta-feira (20), ás 9h (de Brasília), na Cosmos Arena, em Samara.. O jogo deve definir o futuro das duas seleções na competição.

Os dinamarqueses precisam do triunfo para deixar sua situação mais tranquila. Em caso de vitória, eles necessitariam de um resultado positivo da França diante do Peru para confirmar a classificação. Por outro lado, os australianos precisam ganhar a qualquer custo para manter o sonho de ir a próxima fase.

As duas seleções se enfrentaram três vezes na história. O primeiro jogo aconteceu em 2007, em Copenhague, com os donos da casa levando a melhor e vencendo por 3 a 1. Em 2010, na África do Sul, os Socceroos revidaram e bateram a Dinamarca por 1 a 0. O último jogo foi em 2010, com o triunfo de 1 a 0 dos dinamarqueses.

Em 2010, seleções se enfrentaram na África do Sul (AFP/Patrick Hertzog)

Hareide exalta Eriksen e espera marcação forte no meia 

Quando alguém fala em Seleção Dinamarquesa, o primeiro nome que vem a cabeça do torcedor mais atualizado é de Christian Eriksen. O meia do Tottenham disputa sua segunda Copa do Mundo e estreou com um pé direito na Rússia ao dar a assistência para Poulsen na vitória sobre o Peru por 1 a 0.

Sabendo da importância do jogador, o técnico Age Hareide não espera vida para fácil para o capitão. No amistoso contra o México, antes do torneio, Eriksen sofreu com a marcação individual e o cenário deve se repetir contra a Austrália.

"No começo daquele jogo, o Hector Herrera estava perseguindo Christian o tempo todo e os jogadores estavam observando quando ele entrava no espaço entre o meio de campo e o ataque. Nós esperamos que o mesmo vai acontecer contra a Austrália. Por isso é importante que nós preparemos jogadas para ele da maneira certa", disse o treinador.

O comandante dinamarquês reconhece que o camisa 10 é tratado como a principal referência e sempre será bastante visado pelos adversários.

"Na última partida, ele deu só a assistência, mas geralmente é ele quem faz os gols. Não há dúvida de que é um jogador importante para nós e os adversários se preocupam", afirmou.

Van Marwijk espera que australianos façam jogo duro 

Apesar da derrota para a França por 2 a 1, a Seleção Australiana teve pontos positivos em sua estreia. Os Socceroos fizeram um jogo duro diante dos franceses e por pouco não conseguiram sair com um empate.

Em coletiva pré-jogo, o técnico da Austrália, Bert van Marwijk, quer que a sua seleção repita o que fez no primeiro jogo. Para isso, ele prega melhoras na equipe, principalmente nas finalizações.

"Temos que ter a mesma performance que tivemos diante da França. Ainda precisamos melhorar em algumas coisas, é verdade. Tivemos poucas chances de gol naquela partida e talvez precisamos melhorar isso contra a Dinamarca", comentou.

Principal referência do futebol australiano, Tim Cahill não entrou em campo na primeira rodada. O holandês despistou sobre o assunto e não garantiu o meia de 38 anos.

"Sempre há uma chance de jogar e isso vale para todos do elenco. Não vou falar sobre as mudanças que podem ou não serem feitas na equipe", desconversou.