México busca classificação às oitavas em confronto com Coreia do Sul

Mexicanos são favoritos para o confronto, mas os sul-coreanos entrarão em campo para conseguir ter alguma chance de avançar no Mundial

México busca classificação às oitavas em confronto com Coreia do Sul
Arte: VAVEL Espanha
Coreia do Sul
México
Coreia do Sul: JO HYEONWOO; LEE YONG, KIM YOUNGGWON, JANG HYUNSOO, KIM MINWOO; KI SUNGYUENG, JUNG WOOYOUNG, LEE JAESUNG; HWANG HEECHAN, SON HEUNGMIN, LEE SEUNGWOO. Técnico: Shin Tae-yong
México: GUILLERMO OCHOA; CARLOS SALCEDO, HUGO AYALA, HECTOR MORENO, JESUS GALLARDO; MIGUEL LAYUN, HECTOR HERRERA, ANDRES GUARDADO; CARLOS VELA, JAVIER HERNANDEZ, HIRVING LOZANO. Técnico: Juan Carlos Osorio
ÁRBITRO: MILORAD MAZIC, AUXILIADO POR MILOVAN RISTIC E DALIBOR DJURDJEVIC, TODOS DA SÉRVIA
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA SEGUNDA RODADA DA FASE DE GRUPOS DA COPA DO MUNDO RÚSSIA 2018, DO GRUPO F, ENTRE COREIA DO SUL E MÉXICO, NO SÁBADO (23), ÀS 12H (HORÁRIO DE BRASÍLIA), NA ROSTOV ARENa, em Rostov-On-Don

Coreia do Sul e México se enfrentam neste sábado (23), às 12h (horário de Brasília), na Rostov Arena, em Rostov-On-Don, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo na Rússia. A partida traz a possibilidade para os mexicanos serem os primeiros do Grupo F, caso vençam os sul coreanos, esperando apenas o resultado do jogo seguinte entre Alemanha e Suécia para confirmar a liderança.

A seleção tricolor está confiante depois do primeiro jogo ao vencer os alemães, onde tiveram um grande desempenho em campo e conseguiram parar as águias. Já a Coreia do Sul deverá ir com força máxima novamente numa exibição ofensiva, buscando marcar desta vez para ter uma possibilidade de avançar no mundial.

Coreia do Sul teme calor, mas espera se superar para seguir viva

A derrota dos sul coreanos para a Suécia na primeira rodada da fase de grupos, por 1 a 0, deixou a possibilidade dos asiáticos avançarem na competição ainda mais difícil. Agora tem a difícil missão contra os mexicanos, caso consigam a vitória abre-se uma esperança, mas a derrota pode elimina-los matematicamente.

Para a partida, o técnico Shin Tae-yong deverá reforçar a linha de frente da equipe para conseguirem serem efetivos no ataque, principalmente por não conseguirem um chute ao gol contra os suecos mesmo com jogo ofensivo. Na defesa, ainda não se sabe quem irá substituir o lesionado Park Joo-ho na lateral esquerda, ficando entre Kim Min-woo e Hong Chul.

A seleção sul-coreana tem em mente que será um confronto difícil, além de saberem da qualidade mexicana vista contra os alemães. O treinador admite algumas mudanças feitas na equipe pensando na diferença de jogo neste duelo.

“Quanto à tática e estratégia, fizemos algumas mudanças. A Suécia e o México jogam de maneira bem diferentes. Então, claro que vamos fazer tudo que podemos para nos ajustarmos a eles. O México é um time muito forte. Nós analisamos seu jogo, mas temos que nos concentrar que o nosso time consiga fazer seu melhor. Mais do que o melhor, na verdade. Esse vai ser o fator decisivo", analisou.

Na coletiva, Tae-yong apontou o calor como um fator a vir a atrapalhar o time asiático, sendo uma das maiores dificuldades que os sul coreanos terão na partida.

“Acho que a maior dificuldade do jogo de amanhã será o clima, vai ter influência. Esse clima pode favorecer o time do México porque eles estão acostumados a temperaturas mais quentes. Eles também estavam jogando amistosos nos Estados Unidos, com clima parecido. Acho que quando o sol começar a baixar, isso pode melhorar. Mas, creio que o clima vai nos afetar negativamente”, admitiu.

México busca classificação antecipada

A seleção mexicana tem a tarefa de manter o bom desempenho na Copa e conseguir uma vitória contra os sul coreanos que aparentemente não será difícil. A estreia vitoriosa dos tricolores no mundial contra os alemães mudou as expectativas no Grupo F, deixando os mexicanos com uma grande possibilidade de avançar na competição em primeiro do grupo.

Para que as expectativas se concretizem, o México precisa vencer a Coreia do Sul e esperar um empate ou a vitória da Alemanha contra a Suécia. Assim, terão ainda mais chances de terminarem a fase de grupos como líder do Grupo F. Além disso, os mexicanos tem um retrospecto favorável nesta fase: perdeu apenas dois dos últimos 18 jogos, vencendo nove deles e empatando os outros sete. 

Na coletiva de imprensa, o técnico Juan Carlos Osorio deixou de lado o favoritismo dos mexicanos e ressaltou que as equipes do grupo são fortes, esperando um confronto forte contra os asiáticos.

“Temos um grande grupo de profissionais. Esta semana entendemos nossa responsabilidade, que são as grandes expectativas que as pessoas têm sobre nós. A Coreia é um grande adversário. O treinador tem muita experiência com a equipe. Teremos um jogo difícil. Viemos muito empolgados com a Copa”, contou.

Osorio se mostrou tranquilo para a partida e confiante com o time. "Temos prestado atenção nos detalhes, espero que amanhã a gente consiga ter o mesmo rendimento. O mais importante é que os jogadores tenham confiança, credibilidade e respeito. Temos um grande grupo de jogadores e seres humanos", disse.