Chicharito realça vitória do México e projeta primeiro lugar do grupo: “Temos que sonhar"

Chicharito realça vitória do México e projeta primeiro lugar do grupo: “Temos que sonhar"

Dono do segundo gol, atacante se tornou o maior artilheiro da seleção

IzabelleFranca
Izabelle França

No segundo encontro em uma Copa do Mundo, o México venceu a Coréia do Sul na tarde deste sábado (23), por 2 a 1, na Arena Rostov, pela segunda rodada do Grupo F, e está com um pé de garantir sua vaga às oitavas de final.

Tendo duas vitórias consecutivas, algo que não acontecia desde 2002, o El Tricolor assumiu provisoriamente a ponta da tabela, com 6 pontos.  Caso a Alemanha perca o duelo a Suécia, a classificação está assegurada. Contudo, caso o triunfo seja dos germânicos, necessitará apenas de um empate contra os escandinavos.

A sorte dos gramados também está favorável ao lado individual dos jogadores. Em seu terceiro mundial, Javier Hernández, mais conhecido como Chicharito, entrou para a história da Seleção Mexicana ao marcar o segundo tento do jogo e se tornar o primeiro a fazer 50 gols. O atacante de 30 anos deu os devido méritos ao técnico Juan Carlos Osorio e a torcida.

“Não tenho palavras para explicar. Temos que sonhar e imaginar coisas melhores. Eu tenho muita vontade de conquistar coisas grandes para o nosso país. Apesar do sucesso individual, tenho que pensar no coletivo, que é o mais importante. Sem esta grande equipe que temos, não seria possível isso. Juan Carlos Osorio e esta grande torcida merecem este triunfo. Os apoiadores são maioria. Estou muito feliz e contente. Vamos aproveitar e, a partir de amanhã, vamos virar a página para vencer a Suécia. Queremos subir essa escada com toda humildade”, expressou.

Eleito o melhor jogador da partida, o camisa 14 ponderou as críticas recebidas. Comentou que a equipe vem trabalhando para garantir os bons resultados e que o objetivo atual será permanecer líder.

“Estamos jogando bem e todos sabem que fomos muito criticados. Somos a seleção do México e temos trabalhado com muita humildade, dedicação e talento. Não queremos que nada de fora nos desestabilize. Com todo o respeito, ganhamos da Alemanha e da Coreia, que são adversários muito complicados. É melhor trabalhar quando os resultados são positivos. Estamos tentando nos afastar de todos os comentários, tanto críticas negativas quanto elogios. Independentemente do resultado entre Alemanha e Suécia, vamos buscar os três pontos”, concluiu.

Foto: Divulgação/FIFA

O México volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (27), às 11h (de Brasília), contra a Suécia, na Arena Ekaterinburg, em Ecaterimburgo, pela última rodada da fase de grupo.

VAVEL Logo
CHAT