Polônia e Colômbia apostam na redenção de seus craques para sobreviver na Copa
Colômbia e Polônia apostam na redenção de seus craques parasobreviver na Copa

Polônia e Colômbia apostam na redenção de seus craques para sobreviver na Copa

Companheiros no Bayern de Munique, Lewandowski e James Rodríguez farão duelo a parte em jogo decisivo pelo grupo H

vavel
Vitor Moreno
PolôniaSzczesny; Cionek, Bednarek, Pazdan; Piszczek, Krychowiak, Zielinski, Rybus; Kownacki, Grosicki, Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka
ColômbiaOspina; Arias, Davinson Sánchez, Murillo, Mojica; Barrios, Lerma; Cuadrado, James Rodríguez, Izquierdo (Quintero); Falcao. Técnico: José Pékerman
INCIDENCIASPartida válida pela segunda rodada do Grupo H da COpa do Mundo 2018, no Central Stadium, em Ecaterimburgo, Rússia; a partida começa Às 15h (Horário de Brasília)

Derrotadas na rodada de abertura do Grupo H da Copa do Mundo, Polônia e Colômbia se enfrentam na Arena Kazan, às 15h, neste domingo (24) pressionadas por já saberem do resultado entre Japão e Senegal, que jogam às 12h em Ecaterimburgo.

Em um jogo decisivo como este, é imprescindível que os craques de ambas as seleções estejam em campo no ápice da sua forma física e técnica. Os europeus apostam nos gols de Robert Lewandowski, maior artilheiro da seleção, e goleador do último campeonato alemão pelo Bayern de Munique. Na derrota contra o Senegal, o camisa 9 esteve bem marcado e só conseguiu duas finalizações.

Pelo lado colombiano, a estrela do time James Rodríguez vem de lesão muscular e deverá sentir a falta de ritmo após jogar somente um tempo da derrota contra o Japão. Entretanto, o
técnico José Pékerman garante que o meia está 100% após a semana de treinos.

Erros defensivos preocupam técnico polonês

Os poloneses esperam repetir as atuações consistentes que os levaram as quartas-de-final da Eurocopa e a liderança no seu grupo nas Eliminatórias para o Mundial. Apesar da confiança em seu craque, o técnico Adam Nawalka tem muitos problemas defensivos, principalmente na saída de bola e no posicionamento dos zagueiros na hora do contra-ataque adversário.

Nawalka promete uma estratégia mais criativa para impedir as
jogadas perigosas dos adversários.

"A equipe colombiana tem muito valor, tem grandes jogadores. Seis anos juntos com praticamente a mesma equipe e o mesmo treinador. Acredito que esse time seja muito perigoso. Analisamos todos os aspectos e precisamos pensar no que vamos sofrer dentro de campo. Mas temos que nos concentrar em nossa estratégia. O importante é jogar um futebol criativo e, no campo, vamos ver o que vai acontecer", comentou o comandante polonês.

Volta do camisa 10 e suspense na escalação colombiana

Com James Rodríguez sendo titular no lugar de Quintero, a equipe da Colômbia deverá ser a mesma que jogou contra o Japão. Com exceção do volante Carlos Sánchez, expulso no início da partida por tocar a mão na bola dentro da área. Em seu lugar deverá entrar Barrios.

O lateral Santiago Arias acredita que o controle emocional do time pode ser um diferencial durante a partida.

"Sempre trabalhamos o lado emocional, sabemos o que queremos e para aonde vamos. Temos duas partidas para conseguir o objetivo e avançar de fase. Estamos 100% comprometidos para passar de fase", disse o defensor.

O técnico José Pékerman comentou a importância e a situação física de James Rodríguez, que ficou no banco na estreia, mas deve começar a partida diante da Polônia.

"É um jogador fundamental para essa seleção. James está bem, tem mostrado nos treinos. Nos minutos que jogou na partida anterior ele foi bem. E esse tempo foi dando mais confiança a ele.
Pelas situações que faltavam, trabalhou com intensidade nos últimos dias e esperamos que possa chegar 100%
", disse.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há 20 horas
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias