Aliou Cissé critica postura de Senegal e enaltece adversário após empate: "Melhor time foi o Japão"

Treinador mostrou-se insatisfeito com atuação de seus comandados no 2 a 2 com os japoneses; senegaleses precisam de empate na última rodada contra Colômbia para avançarem

Aliou Cissé critica postura de Senegal e enaltece adversário após empate: "Melhor time foi o Japão"
(Foto: David Ramos - FIFA / GettyImages)

Vindo de uma vitória na estreia contra a Polônia, os senegaleses empataram em 2 a 2 com o Japão, em confronto válido pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador Aliou Cissé admitiu a superioridade dos adversários e falou sobre o desempenho aquém de sua equipe na partida deste domingo (24).

"É claro que temos arrependimentos. Não vimos uma ótima equipe do Senegal, se compararmos com nosso último jogo contra a Polônia. Lideramos o jogo duas vezes e levamos o empate. Isso me irrita um pouco. Não consigo explicar. Nesse nível de competição, os jogadores jogam no nivel mais alto. Nós não jogamos bem hoje. O melhor time em campo foi o Japão. Mas jogar bem não quer dizer ganhar. Eles foram bem, controlaram o jogo. Mas nós conseguimos abrir o placar e manter. Fomos concentrados e conseguimos o melhor que pudemos", analisou. 

Cissé também comentou sobre os erros que devem ser corrigidos para o confronto direto contra os colombianos, valendo vaga nas oitavas do torneio. 

"Precisamos melhorar o impacto. Precisamos ser mais agressivos. Nesse nível de competição, tudo é muito rápido. Precisamos nos concetrados e ter mais regularidade. Durante o jogo, quando pegávamos a bola e perdíamos. Temos muitas áreas técnicas para melhorar. Esperamos nos claissificar. Não fizemos um bom jogo hoje, mas não perdemos. Ganhamos o primeiro, empatamos o segundo. Não tivemos um ótimo time nessa partida, mas acredito que nosso time tem a qualidade necessaria para encarar a Colômbia. Esperávamos nos classificar hoje e não aconteceu. Mas agora depende de nós. Temos que estar focados", frisou. 

Por fim, o treinador africano fez questão de elogiar a Seleção Japonesa, líder do grupo H e com grandes chances de classificação para a fase mata-mata. "Eles jogaram como esperávamos. É um time muito técnico, de alta qualidade. Começamos o jogo muito bem, fizemos pressão. Tiramos eles da zona de conforto. Mas sempre que tentávamos chegar, eles se fechavam. Foi difícil. Eles fizeram o jogo certo", admitiu.

Além de Cissé, quem também deu entrevista foi o craque Sadio Mané. Eleito o melhor jogador da partida, o camisa 10 externou o desapontamento com o resultado, mas também enalteceu o adversário. 

"Nós estamos muito desapontados, pois havia jeitos de ganhar e não ganhamos. Começamos bem, marcamos, eles empataram. No segundo tempo, a mesma coisa. Começamos bem, fomos muito perigosos. Mas no fim eles conseguiram empatar novamente. Mas não podemos subestimar os japoneses, eles criaram bem e marcaram duas vezes", disse.

O atacante do Liverpool falou sobre a importância da partida decisiva contra a Colômbia, na quinta-feira (28), às 11h, e mostrou-se focado e motivado para buscar o resultado necessário para avançar - um empate é suficiente para o Senegal.

"Temos um jogo decisivo na próxima semana. Vamos nos preparar muito para chegar lá, ganhar e nos classificar. É a única coisa que podemos fazer. É normal estarmos desapontados com o resultado de hoje, mas precisamos gerenciar isso e nos preparar para o próximo jogo", afirmou Mané.