Harry Kane marca três gols, garante classificação e comanda goleada da Inglaterra contra Panamá

Atacante inglês marca três vezes e assume artilharia na Copa

Harry Kane marca três gols, garante classificação e comanda goleada da Inglaterra contra Panamá
(Foto: FIFA/Getty Images)
Inglaterra
6 1
Panamá
Inglaterra : Jordan Pickford; Harry Maguire; John Stones; Kyle Walker; Ashley Young; Jesse Lingard; Jordan Henderson; Ruben Loftus-Cheek; Kieran Trippier; Harry Kane; Raheem Sterling.
Panamá : Jaime Penedo; Eric Davis; Fidel Escobar; Roman Torres; Michael Murillo; Jose Luis Rodriguez; Anibal Godoy; Gabriel Gomes; Edgar Barcenas; Bias Perez.
Placar: 1-0, min 7, Stones. 2-0, min 22, Harry Kane. 3-0, min 35, Lingard. 4-0, min 39, Stones. 5-0, min 42, Harry Kane. 6-0, min 62, Harry Kane. 6-1, min 78, Felipe Baloy
INCIDENCIAS: Partida realizada pela segunda rodada do grupo G da fase de grupos da Copa do Mundo de 2018 da Rússia, na cidade de Níjni Novgorod.

Na manhã deste domingo (24), a Inglaterra e Panamá se encontraram para a partida na segunda rodada do grupo G da Copa do Mundo do Rússia de 2018 na cidade de Níjni Novgorod.

Com uma grande atuação do atacante Harry Kane, os ingleses aplicaram a maior goleada do Mundial por 6 a 1 sobre o Panamá.  

Dominio absoluto

Sem muito esforço, a Inglaterra adotou uma atitude de precionar o Panamá o tempo todo, isso é provado quando apenas com 2 minutos de partida, a Inglaterra articula uma boa jogada chegando pela lateral com Lingard.

E com apenas oito minutos de partida, o gol dos ingleses sai em uma jogada de cruzamento executada pelo Trippier achando Stones completamento sozinho para cabecear e abrir o placar da partida. Após o primeiro gol, o Panamá chegou uma vez no ataque com um bom chute de fora da área do Barcenas, mas não assustou o goleiro Pickford.

Aos 35, com um desarme feito na lateral perto do meio do campo, Lingard da um passe em velocidade para Sterling que devolve em um toquinho fazendo com que Lingard mandasse um belo chute de fora da área indefensável sobre o gol do goleiro Penedo.

E logo em seguida aos 39, em uma jogada de falta, Harry Kane recebeu dentro da área e conseguiu ajeitar para Sterling que deu uma cabeça mas teve defesa, com a sobra de bola do goleiro Penedo, Stones estava atento dentro da área para fazer seu segundo gol na partida.

Mas uma figura que foi determinante no primeiro tempo foi o juiz egípcio Ghead Grisha,  que marcou dois pênaltis para os ingleses. O primeiro marcado aos 19 minutos, em uma jogada onde Lingard recebeu uma bola dentro da área e Fidel Escobar o derruba quando estava dominando a bola.

O capitão Harry Kane foi na bola e marcou o segundo para a Inglaterra. O segundo pênalti foi aos 42 minutos do primeiro tempo quando o Stones foi puxado por Murillo dentro da grande área, fazendo com que Harry Kane marcasse seu segundo gol na partida.

Ingleses ditam o jogo

Com os cinco gols feitos somente no primeiro tempo, a Inglaterra teve o segundo tempo para controlá-lo da forma que quisesse. Mas com o time ainda querendo mais aos 16 do segundo tempo, em uma bola chutada por Loftus-Cheek, Harry Kane aparece no meio desviando a bola impossibilitado a defesa do goleiro do Panamá, aumento a elástica vitória.

Logo em seguida buscando preservar seus jogadores titulares, o técnico Gareth Southgate começou a fazer as alterações tirando Harry Kane, autor de três gols e Lingard autor de um, para botar Vardy e Delph e depois tirou Trippier, botando Rose. Já o técnico do Panamá Hernan Gomez, fez somente duas alterações, tirou Godoy e Gómez e botou Ávila e Baloy.

Quando parecia que a Inglaterra ia terminar o jogo sem levar gols, aos 32 do segundo tempo, Felipe Baloy entrou para a história ao marcar o primeiro gol do Panamá na história das Copas, mas nada seria suficiente para abafar a dominação e grande vitória da Inglaterra.

Inglaterra volta a  jogar contra a Bélgica fazendo um confronto direto na quinta feira (28) as 15h em  Kaliningrado, e o Panamá joga com a Tunísia no mesmo horário em Saransk.