Stanislav Chercheson lamenta derrota da Rússia e garante: "Não vamos só sobreviver"
Foto: Reuters

Stanislav Chercheson lamenta derrota da Rússia e garante: "Não vamos só sobreviver"

Derrota deixa anfitriões em segundo lugar do Grupo A; Equipe enfrenta Portugal nas oitavas de final

Milenacosta_
Milena Costa

A derrota da Rússia para o Uruguai nesta segunda-feira (25), deixou o técnico Stanislav Chercheson irritado. Após perder por dois gols em bolas paradas, o comandante russo falou sobre a derrota.

"Não tínhamos muito o que fazer. Ficamos com 10 jogadores (Smolnikov foi expulso aos 37 do 1º tempo) e, ainda assim, meus jogadores correram muito e se dedicaram. Creio que vamos fazer mais do que só sobreviver. Vamos digerir essa experiência e vamos chegar a alguma conclusão. Treino é treino e jogo é jogo. Tudo isso tem a ver com a arte de preparar seu time a cada dia. Mudamos um monte de coisas e melhoramos no jogo. Não podemos aceitar como começamos o jogo hoje", comentou Stanislav Chercheson. 

Apesar da derrota, o comandante vê a Rússia com potencial melhor do que o primeiro colocado, Uruguai. 

"Contra os outros adversários, jogamos bem e fomos felizes. O adversário era melhor hoje. O Uruguai tem jogadores excelentes, mas alguns dos nossos são melhores que os uruguaios. Gostei de como jogamos. Depois de perder um homem, jogamos como homens de verdade. Contra o Egito, Uruguai também fez gol de bola parada. Sabemos como joga o Uruguai. Cometemos erros e foi difícil jogar com um a menos", frisou.

Sobre os gols de bola parada, o treinador admitiu falha de seus jogadores. "Em nossas sessões de treinamento nos preparamos para estas jogadas de bola parada e hoje nossos oponentes fizeram gols com jogadas de bola parada. Queríamos acabar com isso, mas não conseguimos", lamentou o treinador.

VAVEL Logo

    Futebol Internacional Notícias

    há um dia
    há um dia
    há um dia
    há um dia
    há um dia
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias