Guerrero marca, Peru bate Austrália e equipes se despedem do Mundial

Guerrero marca, Peru bate Austrália e equipes se despedem do Mundial

Socceroos miravam vitória para seguir na competição, porém, peruanos surpreendem, marcam duas vezes e encerram participação na Copa do Mundo com vitória e festa da torcida

mathenrique
Matheus Henrique
AustráliaRyan; Risdon, Sainsbury, Milligan, Behich; Jedinak, Mooy; Leckie, Rogic (Irvine), Kruse (Arzani); Juric (Tim Cahill). Técnico: Bert van Marwijk
PeruGallese; Advíncula, Ramos, Santamaria, Trauco; Tapia (Hurtado), Yotun (Aquino); Carillo (Cartagena), Cueva, Edinson Flores; Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.
Placar0-1, min. 17, Carillo; 0-2, min. 49, Guerrero.
INCIDENCIASPartida válida pela terceira rodada do Grupo C da Copa do Mundo, disputada em Sochi, na Rússia.

Nesta terça-feira (26), o Peru bateu a Austrália por 2 a 0 em confronto válido pela terceira e última rodada do Grupo C da Copa do Mundo. Com gols de Carillo e Guerrero, os peruanos se despediram da competição com festa da torcida em Sochi. Com o resultado, a seleção australiana também está eliminada do Mundial.

Os Socceroos chegavam a partida necessitando da vitória e precisando torcer para uma derrota da Dinamarca no outro jogo do grupo, contra a França, que ocorria de modo simultâneo. Na última partida, os australianos enfrentaram os mesmos dinamarqueses e chegaram perto de conseguir a vitória, porém, o empate permaneceu no placar.

Por outro lado, a seleção rojiblanca encarava o confronto apenas para se despedir da tão sonhada competição, já que não havia conquistado um ponto sequer e estava eliminada antes do início do duelo. 

Destaque no lado direito peruano, Advíncula disputa bola com
Destaque no lado direito peruano, Advíncula disputa bola com Behich. Foto: FIFA/Getty Images

Com isso, o que se viu no tempo inicial da partida foi a Austrália sendo superior ao adversário, priorizando a posse de bola e tentando chegar ao gol adversário por meio de jogadas trabalhadas, sendo a maioria em infiltrações de seus jogadores. Por outro lado, o Peru optava por se resguardar na defesa e sair nos contra-ataques, que foi o grande ponto de incômodo aos australianos.

Não demorou muito e a estratégia peruana deu resultado. Aos 17 minutos, Trauco observou a linha alta da defesa australiana e lançou Guerrero, que teve calma, ajeitou e cruzou para Carillo pegar de primeira e fazer belo gol.

A sequência da partida se deu por um crescimento do Peru, que não por isso coincidiu para uma queda de rendimento dos Socceroos, mas sim, para um rendimento técnico superior ao do início do duelo. Aos 24 minutos, os peruanos novamente chegaram com perigo pelo jogo aéreo, desta vez por meio da bola parada: em falta na intermediária, Yotún cobrou e achou Guerrero na marca do pênalti, mas o atacante não cabeceou com precisão e Ryan conseguiu defender.

Carillo abre o placar da partida em belo chute. Foto: FIFA/Getty Images
Carillo abriu o placar da partida em belo chute. Foto: FIFA/Getty Images

Mantendo o alto nível de disputa, a Austrália chegou perto de empatar o marcador dois minutos depois, quando Rogic fez bela jogada ao passar por quatro adversários e finalizou para boa defesa de Gallese. A tentativa animou os australianos, que seguiram em perigosas tentativas, dando impressão de que o empate seria questão de tempo. Principalmente, aos 33 minutos, quando Kruse apareceu em profundidade pela esquerda e tocou para o meio da área, onde estava Leckie, porém, quando o atacante se aproximava da bola, Ramos chegou para impedir o chute e jogar a bola para escanteio. Sem conseguir furar o bloqueio adversário, a Austrália, que precisava da vitória para seguir na competição, se encaminhou para o vestiário em desvantagem no placar.

Na volta do segundo tempo, houve episódios especiais que apenas presenciamos na Copa do Mundo. A competição é especial para todos, sejam torcedores de seleções, jogadores das mesmas ou simples fãs do esporte. Mas para um certo jogador, tinha um significado especial: Paolo Guerrero. O jogador do Flamengo foi punido por doping e teve sua participação negada até poucos dias antes do início do torneio, porém, obteve a liberação para disputar e realizar seu sonho.

Guerrero amplia para o Peru. Foto: FIFA/Getty Images
Guerrero ampliou para o Peru. Foto: FIFA/Getty Images

O desejo de fazer sua seleção passar de fase não foi possível, mas o capitão da equipe ganhou um 'prêmio de consolação' por todo sofrimento passado, que veio logo aos quatro minutos da etapa inicial: Cueva fez jogada pela esquerda e serviu o camisa 9, a bola veio prensada, mas nada que atrapalhasse o centroavante, que se esticou e chutou de perna esquerda para o fundo das redes. A torcida peruana foi à loucura após o gol e explodiu de emoção no estádio.

Três minutos depois, outro interessante episódio: Tim Cahill, ídolo dos Socceroos, entrou na partida e chegou à incrível marca de cinco Copas do Mundo em sua carreira. Ele também buscava entrar para a história - em caso de marcar um gol, faria parte de um seleto grupo de craques que marcaram gols em quatro Mundiais, são eles: Pelé, Uwe Seeler, Klose e Cristiano Ronaldo. O histórico gol quase aconteceu aos 14 minutos, quando, após escanteio, a bola sobrou na área perfeita para o chute do camisa 4, que tentou arrematar com bonito voleio, mas a bola parou na zaga peruana.

A Austrália tentou pressionar o Peru, ainda sonhando com a classificação, mas ainda parava no bloqueio peruano. Além disso, o técnico van Marwijk não conseguiu arrumar o sistema defensivo e a equipe se manteve sofrendo nos contra-ataques adversários. Já que não se concretizavam as tentativas por infiltrações, as jogadas de perigo australianas passaram a ser a partir de chutes de longa distância, como no chute da jovem promessa Arzani aos 21 minutos, que pegou forte e a bola passou rente ao travessão de Gallese.

Ao fim da partida, australianos lamentaram resultado e eliminação. Foto: FIFA/Getty Images
Ao fim da partida, australianos lamentaram resultado e eliminação. Foto: FIFA/Getty Images

Mesmo com a responsabilidade de marcar no lado oposto, o Peru, à frente no placar, teve a chance mais clara de marcar na partida. Já ao fim da partida, aos 35 minutos, Guerrero recebeu no papel de pivô e tocou para Flores, que vinha de trás e chutou forte no 'pé' da trave esquerda de Ryan. O lance foi suficiente para alegrar ainda mais a torcida peruana, que, já no final da partida, explodia de emoção e se despedia da competição que não participava havia 36 anos. Ao fim da partida, a festa dos peruanos se contrastava com a tristeza australiana, que também fazia sua despedida do torneio, já que precisava da vitória. Sendo assim, a partida se encerrou em 2 a 0 para o Peru e as equipes foram encaminhadas de volta para casa.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias