Deschamps elogia atuação da França apesar de sustos contra Argentina: "Jogo grande"

Franceses dominaram grande partida da partida, mas chegaram a ficar atrás do placar e tomaram susto no fim, na vitória por 4 a 3, que garantiu os Bleus nas quartas de final

Em uma boa atuação, mas em que sofreu mais do que precisava pela performance, a França bateu a Argentina por 4 a 3 em Kazan, e é a primeira seleção garantida nas quartas de final da Copa do Mundo. Os Bleus saíram na frente, chegaram a sofreu o 2 a 1, mas reviraram para 4 a 2. No fim, ainda houve um gol argentino para aumentar a emoção, mas os franceses garantiram a vitória nas oitavas de final.

O técnico francês, Didier Deschamps, admitiu alguns defeitos na partida da França, mas comemorou o desempenho de seus comandados apesar das críticas.

"Penso que fizemos hoje um grande jogo e, mesmo tendo cometido alguns erros, soubemos controlar bem a situação. Sinto uma grande emoção, estou muito contente pelos meus jogadores. Vamos sempre ser alvo de críticas, já sabemos, mas hoje fizemos um jogo grande, de muita qualidade, e soubemos fazer sofrer a Argentina. Quanto mais tínhamos a bola, mais a Argentina tinha de defender e melhor era para nós. Atacam muito melhor do que defendem", analisou.

Deschamps também lembrou das ocasiões desperdiçadas e que poderiam ter dado uma tranquilidade maior para os Bleus, porém se mostrou satisfeito com a postura demonstrada para superar as dificuldades imposta pelos argentinos.

"Na primeira parte, quando estávamos à frente, tivemos várias oportunidades para fazer o 2 a 0, e o jogo não teria sido igual. Deixamos Di María marcar um gol fantástico. Fomos um pouco lentos nesse lance. Depois, o segundo gol, logo no início do segundo tempo. Mas não desistimos, criamos muitas oportunidades, e isto perante a Argentina, a quem marcamos quatro gols, mas até podíamos ter feito mais", destacou.

A França volta a campo na sexta-feira (6), às 11h (horário de Brasília), quando enfrentará o vencedor da partida entre Uruguai e Portugal, em Nizhny Novgorod.