Com golaços, França e Uruguai carimbam vagas para as quartas no dia 17 de #VAVELnaRússia

Atacantes do PSG, Mbappé e Cavani deram show nas vitórias de suas seleções sobre Argentina e Portugal

Com golaços, França e Uruguai carimbam vagas para as quartas no dia 17 de #VAVELnaRússia
Em jogos emocionantes, França e Uruguai carimbam vagas para as quartas no dia 17 de #VavelnaRússia

O sábado (30) marcou o início das oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. No décimo sétimo dia da competição, tivemos dois grandes confrontos definindo as primeiras classificadas para as quartas.

Quem abriu a segunda fase foram Argentina e França. Em uma das melhores partidas do Mundial, com duas viradas, os hermanos até tentaram, mas não conseguiram parar o jovem ataque dos Bleus, que venceram por 4 a 3. No outro jogo, o Uruguai contou com o show de Cavani, que marcou duas vezes, para bater Portugal por 2 a 1.

Uruguaios e franceses agora se enfrentarão na próxima sexta-feira (6),  ás 11h (de Brasília), no Estádio de Nizhny Novgorod, pelas quartas de final da Copa.

Repercussões do dia

+ Deschamps elogia atuação da França apesar de sustos contra Argentina: "Jogo grande"

Após eliminação, Sampaoli se esquiva sobre permanência na Seleção Argentina

Mascherano anuncia aposentadoria da Seleção Argentina: ''Hora de dizer adeus''

Análises e matérias especiais

Opinião: o adeus de uma Argentina que caiu de cabeça em pé na Copa

Análise: Mbappé mostra a que veio e comanda favorita França na classificação sobre Argentina

Análise: Uruguai consegue cumprir proposta tática diante de Portugal e segue na Copa

Foto: FIFA/Getty
Foto: FIFA/Getty

Resumo dos jogos

Logo pela manhã, Argentina e França trataram de abrir a segunda fase do Mundial. Os franceses chegaram as oitavas com um primeiro lugar garantido na fase de grupos, mas sem encher os olhos do torcedor. Já os argentinos sofreram, fizeram jogos muito abaixo do esperado, mas conseguiram a classificação já na última partida.

Em campo haviam três títulos mundiais, mas quem levou a melhor foi a campeã de 1998. No confronto mais emocionante da Copa até aqui, a França bateu os argentinos em um jogo de 7 gols.

O jovem Mbappé deu um show em Kazan (FIFA/Michael Regan)

Como esperado, a Seleção Francesa começou tomando as atitudes e sendo mais objetiva, contando com uma grande atuação do imparável Mbappé. Primeiro, o jovem atacante foi derrubado na entrada da área em falta que Griezmann cobrou na trave. Logo depois, em arrancada impressionante, o camisa 10 foi derrubado na área por Rojo. Na cobrança, Griezmann foi pra cobrança e abriu o placar.

A alegria dos Bleus durou até o fim da primeira etapa, quando Di Maria, em um lindo chute de fora da área, empatou a partida em Kazan. E o gol deu confiança para os argentinos, que voltaram para a segunda etapa com outra postura. Messi pegou rebote de Pavón e chutou, Mercado desviou e a bola morreu mansamente nas redes.

Messi até tentou, mas não conseguiu evitar o fim do sonho argentino (Getty Images/Catherine Ivill)

Mas a explosão dos hermanos em Kazan foi interrompida alguns minutos depois. Pavard, também pegando rebote, finalizou bonito de perna direita para empatar com um golaço. Foi então que Mbappé deu as caras novamente. O garoto de 19 anos marcou duas vezes e tratou de colocar sua seleção dois gols a frente do placar. A Argentina só foi reagir no final. Messi lançou na área e Aguero, de cabeça, marcou o terceiro. Mas já não dava tempo para mais nada. França classificada!

As emoções continuaram á todo vapor no segundo encontro do dia. Em uma tarde inspirada de Cavani, o Uruguai eliminou Portugal e carimbou sua vaga nas quartas de final.

Cavani foi o dono da partida (Reuters)

A celeste abriu o placar logo no início. Nandéz inverteu a bola na esquerda para Luis Suárez. O camisa 9 recebeu, ajeitou e cruzou com estilo para Cavani marcar o primeiro do jogo. Cristiano Ronaldo, vice-artilheiro do Mundial, queria responder, mas não recebeu muita ajuda de seus companheiros no primeiro tempo.

Na etapa complementar, a Seleção Portuguesa resolveu mostrar o porque de ser uma das equipes mais respeitadas na Copa, mesmo nunca tendo sido campeã. Guerreiro cruzou na medida e Pepe testou pro gol, sem chances para Muslera.

Mas a alegria durou pouco. Cerca de 6 minutos depois, em contra-ataque puxado por Bentacur, o meia da Juventus enfiou cruzado para Cavani. O atacante uruguaio finalizou de primeira e recolocou os sul-americanos na frente. Os portugueses até tentaram um último desafogo nos minutos finais, com Quaresma, André Silva e Ronaldo, mas não foi o suficiente.

Gajo pouco fez no jogo que eliminou Portugal (Reuters)