Técnico da Suécia, Janne Andersson sonha alto e impõe meta: “Vamos lutar pela final”

Treinador elogiou torcida que apoiou e cantou alto no duelo contra Suíça, além de enaltecer estilo de jogo defensivo

Técnico da Suécia, Janne Andersson sonha alto e impõe meta: “Vamos lutar pela final”
(Foto: FIFA/Getty Images)

Em uma Copa do Mundo marcada por grandes feitos, a Suécia foi uma das seleções a fazer história neste Mundial, nesta terça-feira (3). Diante da Suíça, o meia Forsberg decidiu o jogo que garantiu os blãgult nas quartas de final. 

Para Janne Anderson, técnico da equipe, a torcida tem feito mais que a diferença. Ele exaltou o estádio e o torcedor, afirmando que foi possível ouvir e bem os cânticos do aficcionados. 

“O estádio é mágico. Sobre a nossa torcida, também é mágica. Contra o México não ouvimos tanto, mas hoje ouvimos alto e claro. Há uma tradição de suecos viajarem com o time, para grandes torneios. Que bom que pudemos retribuir esse carinho com uma vitória, uma classificação”

Os suecos vem empilhando grandes feitos, deixando Holanda e Itália fora da Copa, passando em primeiro no grupo com a atual campeã do mundo, a Alemanha. O comandante ainda não consegiu mensurar o tamanho das conquistas: “Eu sou um pouco maluco com isso. Não fico pensando sobre o que sinto. Não estou absorvendo ainda tudo o que está acontecendo”

A tática em campo tem funcionado e agradado o treinador. Defender, se fechar como poucos em linhas compactas. No bom termo, colocar o caminhão na frente do gol. Anderson aprovou, porém quer mais.

“Nós trabalhamos em conjunto e é muito empolgante que esse grupo passe por tudo isso junto. A gente pensa em tudo milimetricamente. Foi tudo muito bom. Ainda não estou satisfeito. Vamos lutar pela final também”