Subasic brilha nos pênaltis de novo, Croácia elimina Rússia e vai às semifinais

Mário Fernandes foi herói marcando gol na prorrogação, mas se tornou vilão nas penalidades máximas

Subasic brilha nos pênaltis de novo, Croácia elimina Rússia e vai às semifinais
(Foto: FIFA/Getty Images)
Rússia
2 2
Croácia
Rússia : Akinfeev; Mário Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Kudryashov; Kuzyaev e Zobnin; Samedov (Erokhin, min. 54), Golovin (Dzagoev, min. 101) e Cheryshev (Smolov, min. 67); Dzyuba (Gazinskiy, min. 79).
Croácia : Subasic; Vrsalijko (Corluka, min. 97), Lovren, Vida e Strinic (Pivaric, min. 74); Modric e Rakitic; Perisic (Brozovic, min. 63), Kramaric (Kovacic, min. 88) e Rebic; Mandzukic.
Placar: 1-0, min. 30, Cheryshev. 1-1, min. 39, Kramaric. 1-2, min. 101, Vida. 2-2, min. 114, Mário Fernandes.
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricci (BRA-FIFA). Cartões amarelos: Lovren, Strinic, Vida e Pivaric (CRO); Gazinskiy (RUS)
INCIDENCIAS: Partida válida pelas quartas de final da Copa do Mundo, disputada em Sochi, na Rússia.

A Croácia está de volta às semifinais da Copa do Mundo após 20 anos. Depois de um jogo movimentado, de quatro gols, sendo dois na prorrogação, Luka Modric e companhia garantiram a classificação diante da Rússia

O adversário será a Inglaterra, de Harry Kane. O vencedor enfrentará Bélgica ou França na grande decisão, marcada para o dia 15, domingo. Às semifinais acontecem terça-feira (10) e quarta-feira (10). 

Gols e pouca emoção na etapa inicial

Os croatas tiveram a primeira oportunidade com Rebic, mas a cabeçada do atacante foi por cima da meta russa, sem levar muito perigo ao goleiro. 

Aos 30 minutos, Cheryshev tirou o coelho da cartola, ou melhor, o gol. Após bom lance de Dzyuba, gigante centroavante, o camisa 6 acertou um lindo chute da entrada da área, no ângulo do goleiro Subasic, tirando qualquer chance de defesa. 

Os visitantes responderam rápido, nove minutos depois. Perisic acionou Mandzukic na ponta esquerda, o centroavante da Juventus partiu em velocidade e cruzou para Kramaric, que antecipou ao defendor e mandou para o fundo do gol. 

Croácia garante vaga nos pênaltis 

O autor do gol da Croácia foi ousado no começo do segundo tempo. Após bola espirrada sobrar na marca do pênalti, o camisa 9 tentou uma bicileta, mas a bola ficou tranquila para defesa de Akinfeev. 

Quando a defesa anfitriã dormiu, a trave foi defensora. Akinfeev afastou mal e a bola se ofereceu para Perisic. O meia emendou de primeira e a bola explodiu na baliza, rolou na linha rente à linha e saiu pela linha de fundo. 

Devido ao empate no tempo regulamentar, restava aos times a prorrogação. Aos 11 minutos, Vida subiu mais alto que todo mundo e concluiu escanteio de Luka Modric, virando o jogo para Croácia. 

No segundo tempo, os anfitriões explodiram o Estádio Olímpico de Sochi. Dzagoev cobrou falta na grande área e o brasileiro naturalizado russo Mário Fernandes colocou a bola no fundo das redes, forçando os pênaltis. 

Com o empate também no tempo extra, os pênaltis desempataram o jogo. Subasic pegou o primeiro. Mário Fernandes perdeu e foi de herói à vilão, e os visitantes garantiram vaga nas semifinais.