Favorita, Inglaterra enfrenta Suécia por vaga na semifinal da Copa

As duas seleções chegam com moral e prometem um grande jogo nessas quartas.

Favorita, Inglaterra enfrenta Suécia por vaga na semifinal da Copa
Inglaterra
Suécia
Inglaterra: Pickford; Walker; Stones; Maguire; Trippier; Henderson; Dele Alli; Lingard;Young; Lingard e Harry Kane
Suécia: Olsen; Lustig;Lindelöf; Granqvist; Augustinsson; Larsson; Ekdal; Claesson; Forsberg; Berg; Toivonen.
ÁRBITRO: Partida válida pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia no estádio de Samara, na cidade de Samara na Rússia.

Inglaterra e Suécia se enfrentam esse sábado (07) as 11h no estádio Arena Samara na cidade de Samara para a disputa das quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Em um jogo onde duas seleções que para muitos eram inexperientes e desacreditadas, vem mostrando para os que duvidaram que se tornaram fortes e buscam uma vaga para a próxima fase da competição.

A Inglaterra que chegou com moral nas quartas após ter batido a Colômbia em um jogo muito difícil, onde nos minutos finais levou o empate e teve que levar a partida para a disputa de pênaltis onde viu seu goleiro Pickford fazer boas defesas e levar sua equipe a fase das quartas de final, onde sofria um jejum de 12 anos sem avançar em um mata mata.

A Suécia entra em campo sabendo que esse será o jogo mais difícil que realizará em duas décadas. Com seu poder defensivo, os suecos prometem abusar de suas habilidades e aproveitarem quando aparecer uma chance perfeita para marcarem. Uma chance dessa não pode ser desperdiçada após terem ficado 24 anos sem chegarem a uma fase de quartas de final da Copa do Mundo.

Nova geração da Inglaterra quer fazer nova história

O técnico Garteh Southgate e o artilheiro Harry Kane ressaltaram a importância de manterem a concentração e tranquilidade e prefifere deixar de lado qualquer tipo de pressão que podem estar colocando em sua equipe nesse momento. É um pouco difícil não lembrarmos dos ruins resultados da seleção inglesa nas competições, especialmente em edições passadas da Copa.

"Chegamos aqui com um dos times menos experientes. Tenho muito orgulho desse time. Queremos fazer nossa própria história. A primeira vitória em mata-mata em anos, a primeira vitória em disputa de pênaltis em um Mundial, artilharia. Desde 1990 não chegamos em uma semifinal, e temos ambições. Mas não há nada na nossa cabeça que não seja esse jogo"- disse Southgate.

Quando questionado sobre o retrospecto da Inglaterra nessa Copa, Harry Kane, o artilheiro da Copa com seis gols, disse que se sente orgulho dos feitos de sua equipe até aqui, e ressalta que muitos não acreditavam que a Inglaterra chegaria tão longe.

"Acho que poucos esperavam que nosso time chegasse até aqui. Acho que uma semifinal seria menos esperado ainda"- disse o atacante.

Suecos acreditam em favoritismo da Inglaterra, e jogam pressão em cima deles

O jogador sueco Larsson estava suspenso na última partida e de voltar a integrar a equipe titular, declarou que o favoritismo é todo dos ingleses, mas perdendo seria mais uma mancha negra em seu histórico.

"A Inglaterra tem os seus demônios para encarar. A pressão é toda neles. Se eles forem eliminados pela Suécia, seria um fracasso para eles"- afirmou Larsson.

O treinador Janne Andersson diz ser grande apreciador do futebol inglês, mostrou grande respeito e admiração pelos seus adversários, mas nada disso tira o significado da partida, esse jogo é muito importante para a história da Suécia.

"Cresci nos anos 70 assistindo o Campeonato Inglês pela televisão. Era o que mostravam para a gente. Sempre fui fã. A Inglaterra é minha segunda nação É incrível poder enfrentá-los nesta fase", contou.

Questionado sobre se haveria alguma surpresa para o jogo, disse que futebol não pode ser totalmente armado por ser totalmente imprevisível.

" Futebol não é assim tão simples. Você não pode analisar um fato isolado, precisa olhar o panorama inteiro. Temos que observar tudo, muitos fatores precisam ser levados em consideração, principalmente quando precisamos vencer uma equipe como a seleção inglesa. Temos que olhar a defesa, precisamos ser corajosos quando tivermos a posse de bola, temos que ser efetivos no ataque. Precisamos implementar todos esses fatores. Precisamos fazer tudo certo, não apenas algum detalhe em particular".