Goleada contra Argentina e três prorrogações: a trajetória da Croácia na Copa

A Croácia disputará sua primeira final de Copa do Mundo neste domingo (15), diante da França. O Estádio Luzhniki, em Moscou, receberá a inédita final do torneio da Rússia de 2018. 

Os croatas fizeram história neste Mundial. Bateram campeãs mundiais, resistiram a três prorrogações, despacharam os anfitriões e agora terão uma revanche com os franceses, referente à semifinal de 1998. 

A trajetória até aqui é gloriosa, e independente do resultado nesta decisão, a campanha ficará na memória de cada torcedor. A VAVEL Brasil, em cima disso, te relembra os jogos da seleção quadriculada neste mundial. 

Primeira fase impecável

A estreia da Croácia foi com o pé direito. Diante do africanos da Nigéria, Modric marcou de pênalti e o zagueiro Etebo marcou contra, para selar a vitória simples e consistente por 2 a 0. 

O segundo confronto foi simplesmente contra a Argentina de Lionel Messi e Jorge Sampaoli. Um baile e uma grande vitória consolidou os croatas. Rebic, após falha de Caballero, Modric, com um chutaço de fora da área, e Rakitic, nos acréscimos, fizeram os gols da vitória de 3 a 0. 

Para fechar a fase de grupos uma vitória diante da Islândia por 2 a 1, confirmando os 100% de aproveitamento. Perisic e Badelj garantiram a invencibilidade. 

(Foto: FIFA/Getty Images)
(Foto: FIFA/Getty Images)

Brilha a estrela de Subasic 

Nas oitavas de final, a primeira prorrogação. Com quatro minutos de jogo contra a Dinamarca, dois gols. Primeiro, Jørgensen abriu o placar com um minuto, mas aos quatro Mario Mandzukic deixou tudo igual. 

O jogo diminuiu de ritmo, mas no último lance da prorrogação, Rebic sofreu pênalti. Luka Modric, craque croata, foi para a bola. Schmeichel caiu para defender e forçar a disputa por pênaltis. 

Foi na decisão por penalidade que brilhou a estrela de Danijel Subasic. O goleiro pegou incríveis três cobranças, uma a mais que o goleiro dinamarquês, e confirmou os quadriculados nas quartas de final. 

(Foto: FIFA/Getty Images)
(Foto: FIFA/Getty Images)

Vitória contra os anfitriões 

Diante da Rússia, um empate no tempo normal garantiu mais uma disputa de tempo extra para a Seleção da Croácia. Cheryshev abriu o placar, mas Kramaric empatou para os croatas. Na prorrogação mais dois gols. Vida e Mario Fernandes garantiram os pênaltis.

Akinfeev chegou a defender para os donos da casa, mas Subasic também pegou uma penalidade. O grande vilão russo, ou herói quadriculado, foi Mario Fernandes, brasileiro naturalizado. Ele cobrou seu pênalti para fora e deu mais uma fase para Modric e cia. 

Mandzukic garante inédita final para Croácia 

Antes da grande final, a Inglaterra foi quem ofereceu resistência. Trippier abriu o placar aos 5 minutos em cobrança de falta, mas Perisic marcou no segundo tempo e garantiu a terceira prorrogação na Copa, um jogo a mais antes da final. 

No tempo extra a estrela que brilhou foi a do astro da Juventus, Mario Mandzukic. Após erro grosseiro da zaga inglesa, o camisa 17 encheu o pé esquerdo na saida de Pickford e confirmou a Croácia em sua primeira final na história. 

(Foto: FIFA/Getty Images)
(Foto: FIFA/Getty Images)
VAVEL Logo