Em apresentação na Juventus, Bonucci explica acerto com Milan: "Aceitei num momento de raiva"
(Divulgação/Juventus FC)

Em apresentação na Juventus, Bonucci explica acerto com Milan: "Aceitei num momento de raiva"

Zagueiro italiano foi apresentado na Vecchia Signora, retornando após um ano em Milão

Caio__Vinicius
Caio Vinicius

Após defender as cores do Milan na temporada 2017-18, Leonardo Bonucci está de volta a Juventus. Apresentado nesta sexta-feira (10), o zagueiro de 31 anos comentou seu retorno ao clube onde ganhou status de destaque no futebol mundial.

"Queria voltar porque tinha saudades de casa e em cada viagem há uma volta. Deixei aqui o meu coração, sou da Juventus desde que nasci. Se hoje me apresentassem uma proposta para sair, nem sequer pensaria nisso", afirmou o camisa 19.

Bonucci esteve por quase sete anos com a camisa da Vecchia Signora, no entanto, optou pela transferência ao rival de Milão em 2017. Uma das causas que ocasionou sua saída foi o desgaste das discussões internas entre o defensor e o técnico juventino, Massimiliano Allegri.

"Aceitei o Milan num momento de raiva. Com certeza que a discussão com o treinador foi um dos motivos que me fez ir embora. Mas no último ano conversamos algumas vezes para esclarecer tudo e temos uma excelente relação, somos pessoas inteligentes. Graças a ele melhorei", explicou.

O defensor viveu altos e baixos durante a sua estadia no Milan. Depois de assumir a braçadeira de capitão, começou a ser questionado por parte dos torcedores e membros da imprensa. O momento em campo também não era dos melhores e a campanha ruim na Serie A e o vice na Copa da Itália resultaram em um clima ruim. Mesmo com os problemas vividos no rossonero, Bonucci guardou palavras de carinho pelo seu ex-clube e principalmente a Gennaro Gattuso.

"A maior felicidade no Milan foi ter sido treinado pelo Gattuso, é uma excelente pessoa. Foi uma época que me deu coisas a nível humano, mas tirou-me as vitórias", disse o zagueiro.

Questionado sobre uma possível perseguição pelos bianconeros em seu retorno, Bonucci foi claro e afirmou que vai respeitar a decisão dos torcedores que o vaiarem em Turim. "A única resposta que tenho que dar ao clube e aos torcedores é dentro de campo, com sacrifício, garra e muita luta".

"Compreendo eles, sempre os respeitei, no final de cada jogo serei o primeiro a agradecer. Aceito as vaias dos adversários e se forem dos torcedores do meu time, tenho que transformar isso em aplausos", finalizou.

VAVEL Logo

Itália Notícias

há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 12 dias
há 14 dias
há 16 dias
há 17 dias
há 17 dias