Após quatro anos fora da Premier League, Fulham encara Crystal Palace na estreia da competição

Depois de vencer o Aston Villa nos playoffs, Fulham está de volta à elite inglesa e já terá grande desafio no derby londrino

Após quatro anos fora da Premier League, Fulham encara Crystal Palace na estreia da competição
Fulham em treino preparatório (Fonte: Twitter/Fulham)
Fulham
Crystal Palace
Fulham: Fabri, Fosu-Mensah, Chambers, Ream, Bryan, McDonald, Cairney, Michael Seri, Schurrle, Sessegnon, Mitrovic. Técnico: Slaviša Jokanović.
Crystal Palace: Guaita, Ward, Sakho, Tomkins, Van Aanholt, Milivojevic, McArthur, Kouyate, Townsend, Zaha, Benteke. Técnico: Roy Hodgson.
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da Premier League, que será disputada no Estádio Criven Cottage.

A Premier League mal começou e já terá um clássico. Neste sábado (11), às 11h, o derby do sul de Londres entre Fulham e Crystal Palace marca a estreia das equipes na competição nacional. O duelo que será disputado no Craven Cottage ainda conta com o retorno dos Whites à elite do futebol inglês, além de colocar à prova as ótimas contratações feitas pela equipe na última janela de transferência.

O retorno do Fulham

Depois de quatro anos longe da Premier League, os Whites estão de volta à primeira divisão inglesa. Com a quarta colocação na EFL Championship durante a temporada passada, o clube venceu o Aston Villa nos playoffs e garantiu seu retorno à elite. Para não fazer feio na competição nacional, que é uma das mais disputadas do planeta, a equipe londrina se preocupou em contratar jogadores de peso nessa janela de transferência.

Com mais de 100 milhões de libras em gastos com contratações, a equipe do técnico Slavisa Jokanovic trouxe mais 12 reforços para compor o elenco. Dentre elas, a mais cara é a do meio campista marfinense, Michaël Seri, que foi contratado pela quantia de 30 milhões de euros.

Outros destaques ficam por conta do alemão, ex-Borussia Dortmund, André Schürrle, que foi emprestado ao clube por duas temporadas. Além do atacante, outros dois jogadores chegaram por empréstimo: o goleiro espanhol Sergio Rico, que atuava pelo Sevilla, e o atacante argentino Luciano Vietto, que estava no Atlético de Madrid.

O jejum do Crystal Palace

Diferente de seu rival, o time do Sellhurst Park não fez grandes contratações durante essa janela de verão. A grande novidade da equipe fica por conta da jovem promessa do futebol alemão, Max Meyer. O meio campista receberá 170 mil libras por semana, tornando-se um dos 20 jogadores mais bem pagos da Premier League.

Sondado pelo Chelsea no início do mês, a renovação com o destaque do clube na temporada passada, Wilfried Zaha, foi uma das grandes negociações do time na última janela. Além da permanência do atacante, outros nomes como o ex-West Ham, Cheikhou Kouyaté e o ganês, Jordan Ayew, farão parte dos Eagles na temporada 2018/19.

Além das contratações pouco expressivas, outro fator que não está a favor do Palace nessa estreia é o longo jejum do clube frente ao seu adversário. A última vez em que o time venceu o Fulham foi em 2004, sendo que a última vitória no Craven Cottage foi somente em 1986.

Para a partida de amanhã, os recém-chegados Vicente Guaita, Jordan Ayew e Cheikhou Kouyate estão disponíveis para jogar. Enquanto isso, Connor Wickham, devido a uma lesão na panturrilha, e Jonny Williams, que está com estiramento na coxa, estão fora da abertura da Premier League.