Bayern goleia Eintracht Frankfurt com três de Lewandowski e garante título da Supercopa da Alemanha
(Foto: Divulgação/FC Bayern)

Bayern goleia Eintracht Frankfurt com três de Lewandowski e garante título da Supercopa da Alemanha

Bávaros não deram chances as águias e conquistaram tricampeonato inédito da supercopa

Caio__Vinicius
Caio Vinicius
Eintracht FrankfurtRönnow; Dany da Costa, Abraham, Hasebe, Salcedo, Willems; Torro, De Guzman (Rebic, min. 64, Willems; Gacinovic, Fabian (Blum, min.64), Haller (Jovic, min. 76).
Bayern de MuniqueNeuer; Kimmich, Süle, Hummels, Alaba; Javi Martinez, Thiago Alcântara, Thomas Müller (Goretzka, min. 64); Robben (Coman, min. 58), Ribéry, Lewandowski (Sandro Wagner, min. 58)
Placar0-1, min. 21, Lewandowski. 0-2, min. 23, Lewandowski. 0-3, min. 54, Lewandowski. 0-4, min. 64, Coman. 0-5, min. 85, Thiago.
ÁRBITROMarco Fritz (ALE)
INCIDENCIASPartida válida pela final da Supercopa da Alemanha, entre o campeão da Bundesliga, Bayern, e o campeão da DFB Pokal, Eintracht Frankfurt.

Bayern de Munique iniciou a temporada da melhor forma possível: levando uma taça pra casa. Neste domingo (12), o clube bávaro bateu o Eintracht Frankfurt por 5 a 0 na Commerzbank-Arena e se sagrou campeão da Supercopa da Alemanha.

O título foi o primeiro da era Niko Kovac na Baviera. O técnico contou com um show de seus jogadores, principalmente Lewandowski, que marcou um hat-trick, enquanto Thiago e Coman fecharam a conta na goleada.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (18), pela DFB Pokal. O Bayern estreia na competição diante do Drochtersen, que disputa a Regionalliga. O jogo será no Kehdinger Stadion, casa da equipe adversária, ás 10h30 (de Brasília). No mesmo horário, o time de Frankfurt vai até o Donaustadion, onde enfrenta o SSV Ulm 1846, que também disputa a quarta divisão alemã.

Lewandoswki é o grande astro da primeira etapa

O jogo começou com as águias muito bem postas em campo. A equipe de Adi Hutter dava poucos espaços e apostava no contra-ataque para surpreender os adversários. Tal estratégia estava funcionando, até que o Bayern resolveu usar uma de suas armas: a bola aérea.

Depois de tentar chegar por baixo e não surtir efeito, o time de Niko Kovac decidiu apostar nas jogadas por cima. E deu certo. Aos 21 da primeira etapa, Kimmich arrancou pela direita, viu Lewandowski na área e cruzou. O polonês ganhou do zagueiro no alto e cabeceou pro fundo do gol.

Mas os bávaros não quiseram parar por aí. Dois minutos depois após o lance, Muller ganhou escanteio para sua equipe. O próprio atacante cobrou e a bola foi parar na cabeça do centroavante, que não perdoou novamente. 

Aos 34 minutos, Muller apareceu novamente. O camisa 25 ganhou no pé de ferro do volante Hasebe e bateu colocado da entrada da área, mas a curva foi forte demais e ela saiu. Na sequência, Torró puxou contra-ataque e viu Fabián livre na esquerda. Porém, o espanhol se enrolou e deixou ela sair sozinho.

Eintracht não se recupera dos gols sofridos e bávaros massacram

Depois de 45 minutos de amplo domínio do Bayern, o Eintracht optou por se arriscar no ataque e ir em busca do empate. A equipe, que ja tinha sofrido dois gols, foi para o tudo ou nada, mas tentava agredir de forma pouco efetiva.

Já o Gigante da Baviera seguia em seu ritmo do primeiro tempo e abriu ainda mais a diferença. Com 9 minutos de bola rolando, o terceiro gol saiu. Salcedo tentou sair jogando, mas Robben conseguiu o desarme na intermediária e tocou para Muller, que viu Lewandowski passando e rolou para o atacante. Ele avançou até a área e bateu na saída do goleiro, anotando seu terceiro tento no jogo e se tornando o maior artilheiro da história da Supercopa, com quatro tentos.

Com a partida praticamente resolvida, Kovac decidiu mudar seu time e o deixou ainda mais leve. Robben, que tinha acabado de participar do quarto gol, saiu para a entrada de Coman. E o francês fez a diferença logo em seu primeiro toque na bola. Alaba passou em velocidade pela esquerda, cruzou rasteiro e encontrou o jovem atacante na área, que só teve o trabalho de empurrar pro fundo gol e fazer 4 a 0.

O técnico do Bayern ainda promoveu mais duas mexidas no decorrer do segundo tempo. Goretzka e Sandro Wagner entraram, enquanto Muller e Lewandowski deixaram o gramado. A equipe ainda perdeu o lateral esquerdo Alaba, que se lesionou e saiu de campo amparado pelos médicos.

As águias, com um a mais em campo, tentaram dar uma sobrevida e descontar o placar. Rebic ganhou duelo com Kimmich e lançou para Blum. O atacante alemão pegou de primeira, mas Neuer defendeu de forma segura.

Quando o relógio batia os 84 minutos, a festa bávara já era grande em Frankfurt. Mas o atual campeão da Bundesliga queria mais, mesmo com um a menos. Coman fez bela jogada, passou por dois e deixou para Thiago marcar o quinto e último gol do jogo. Fim de jogo e mais um troféu para o Bayern.

VAVEL Logo

Alemanha Notícias

há 6 horas
há 21 horas
há 4 dias
há 7 dias
há 12 dias
há 13 dias
há 13 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 14 dias