Em jogo alucinante, Estrela Vermelha empata contra RB Salzburg e retorna à UCL após 27 anos
(Divulgação/RB Salzburg)

Histórico. É assim que podemos definir o que foi o jogo desta quarta-feira (29), pela Uefa Champions League. Na Red Bull Arena, as equipes de RB Salzburg e Estrela Vermelha se enfrentaram pela última fase preliminar da competição, após um empate de 0 a 0 em Belgrado.

+ Confira ofertas de nosso parceiro FutFanatics

A etapa inicial foi de domínio absoluto do Salzburg. Com mais de 60% de posse de bola, os austríacos ameaçavam o time sérvio a cada lance. A diferença entre as duas equipes também pode ser vista pelo número de finalizações, com 6 a 1 para os mandantes.

Porém, mesmo com a pressão, os Touros só foram abrir o placar no fim da primeira etapa. Ulmer partiu da esquerda e cruzou, Dabbur apareceu como elemento surpresa na área e mandou pro fundo do gol. Muita festa na Red Bull Arena.

Na etapa complementar, o panorama começou da mesma forma que o primeiro tempo: pressão do Salzburg. E ela surtiu efeito com apenas três minutos de bola rolando. Wolf foi derrubado na área e Dabbur foi para a cobrança. O atacante bateu com categoria, deslocou o goleiro e ampliou o resultado contra o time de Belgrado.

Após o segundo tento, os donos da casa diminuíram a intensidade aos poucos, apenas administrando o placar. Precisando empatar para se classificar a fase de grupos, o Estrela Vermelha foi pra cima, apesar da pouca criatividade na frente.

E embalados pelos sérvios que estavam presentes no estádio, eles conseguiram igualar tudo. Aos 65, Degenek ganhou de Schlager na direita e lançou na área. Ben Fardou apareceu na segunda trave e diminuiu. Segundos depois veio o empate, e novamente com a dupla anterior. Depois de levantamento na área, Degenek subiu mais que o defensor e cabeceou por cima do goleiro. Quando a bola já ia pro fundo das redes, Ben Fardou, em posição legal, desviou e marcou mais um.

A explosão da torcida sérvia, que fazia bela festa, foi enorme na Red Bull Arena. Enquanto os austríacos ficaram calados. Com o choque dos dois gols relâmpagos, o Salzburg sentiu o baque, e mesmo seguiu em cima por uma última tentativa. Porém, não foi suficiente.

Fim de um grande jogo na Áustria. Honrando o apelido de imbatíveis, o campeão da UCL em 1991 cumpriu o dever, e assegurou seu retorno ao principal torneio do continente europeu após 27 anos, para a alegria dos vários torcedores sérvios que invadiram o gramado do estádio após o apito final.

VAVEL Logo