Após derrota, Di Francesco vê ingenuidade da Roma e afirma: "É preciso melhorar"

Técnico reconheceu que se equivocou em algumas escolhas e deseja ver evolução nos próximos jogos

Após derrota, Di Francesco vê ingenuidade da Roma e afirma: "É preciso melhorar"
Técnico Di Francesco durante o jogo contra o Milan (Fonte: Divulgação/Roma)

Nesta sexta-feira (31), ocorreu o confronto entre o time da cidade mais populosa da Itália e o clube da capital do país. O jogo entre Milan e Roma abriu a terceira rodada do campeonato nacional, e terminou com vitória dos Rossoneros por 2 a 1. Franck Kessié abriu o placar para os mandantes. Aos 14 minutos do segundo tempo, a Roma chegou à igualdade no marcador com Frederico Fazio, mas Cutrone fez o gol no último minuto para fechar o placar.

Essa foi a primeira partida que a Roma perdeu nesse Campeonato Italiano, e quem parece não ter ficado muito satisfeito com o resultado foi o técnico da Roma, Eusebio di Francesco. Para o comandante, a equipe pagou pela ingenuidade e disse que é crucial que a equipe evolua.

“Nós cedemos muito aos adversários, como aconteceu contra a Atalanta. É preciso melhorar, porque eu sinto que nós sempre começamos ‘travados’ para crescer na segunda etapa”, afirmou o técnico da Roma.

Para o comandante, a sua escolha por utilizar três zagueiros foi equivocada. “A defesa para três? Eu pretendia dar segurança e solidez ao sistema defensivo, obviamente, fui mal, mas tivemos que ser melhores em explorar a amplitude e o espaço que o Milan nos deu ", disse Di Francesco.

O técnico ainda não esconde que fez algumas escolhas erradas além da defesa. Francesco afirmou que “o sistema do jogo não deu os resultados desejados”, já que o treinador queria fazer um ataque mais físico com Schick, mas preferiu colocá-lo no decorrer da partida.

"Principalmente, falta nitidez ao ler certas situações e é tão psicológico quanto físico. Nós não fizemos os passes nem procuramos as linhas que normalmente fazemos”, finalizou o técnico a respeito do desempenho do time.