Depois da goleada, Ernesto Valverde rasga elogios ao ataque do Barcelona
Depois de goleada com oito gols, Ernesto Valverde enche de elogios atuação do ataque do Barcelona

Depois da goleada, Ernesto Valverde rasga elogios ao ataque do Barcelona

Pela primeira vez desde que assumiu o Barça o técnico viu seu time levar dois gols em apenas um tempo; a postura no segundo tempo, contudo, foi acachapante, com o jogo terminado em 8 a 2 para os catalães

wesley-silva
Wesley Silvali

Mais um dia normal na La Liga. Joganda em casa contra o recém-promovido Huesca, o Barcelona cumpriu com os prognósticos e com as expectativas: deu show. Vitória trituradora com o carro a passar por cima do modesto rival, que viu suas redes balançarem por incríveis oito vezes. Sim, oito. O primeiro tempo até acabou equilibrado, com o resultado parcial em 3 a 2. Surpreendendo, o Huesca chegou a marcar duas vezes dentro do Camp Nou, mas comandados por Messi na segunda parte, os culés fizeram mais cinco gols e decretaram o atípico 8 a 2 no placar.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics 

O placar tão largo e a quantidade de gols não foram os únicos recordes do duelo. Apesar de ser goleado, o Huesca tornou-se o primeiro time a fazer dois gols no Barcelona em apenas um tempo dentro da casa dos catalães, desde que o técnico Ernesto Valverde assumiu o comando do técnico do clube. Apesar disso, tal detalhe não entrou nas contas do treinador durante a sua coletiva pós-jogo. Para valorizar seu time, ele preferiu apontar ao grande poder de ataque que possui, voltando a elogiar o volume e logicamente o resultado deste, hoje, mais do que nunca, tão efetivo.

"Estamos fazendo muitas coisas no campo ofensivo. Um trabalho muito forte, com muitas ocasiões criadas e principalmente gols. O Huesca foi perigoso, apresentou alguns riscos contra nossa defesa, mas conseguimos virar o jogo".

Além do resultado e dos pormenores da partida, Valverde comentou sobre outros dois temas: se Rakitic merecia prêmio individuais e sobre o uso do VAR. A primeira abordagem pareceu ser daquelas típicas da imprensa espanhola, para talvez tentar buscar algo acerca da rivalidade entre Real e Barcelona. Visto que, Modric, também croata, acabou de ganhar o prêmio de melhor jogador do futebol europeu. Experiente, o treinador não entrou na onda e foi diplomático.

"Tal como outros jogadores que temos aqui o Rakitic também merece ganhar prêmios individuais. Isso é claro. Mas para mim, pessoalmente falando, vejo essas premiações sempre com importância relativa. Sobre o VAR? Acredito que chegou para vivermos com a incerteza. Ter que esperar para comemorar um gol, depois de gravado, é estranho. Uma sensação diferente. Mas o importante é que as coisas agora estão mais justas", finalizou.

VAVEL Logo

    Liga Espanhola Notícias

    há 9 dias
    há 9 dias
    há 11 dias
    há 13 dias
    há 13 dias
    há 13 dias
    há 14 dias
    há 14 dias
    há 17 dias
    há 17 dias
    há 17 dias