Mais econômica, Fiorentina derrota Udinese e vence segunda na Serie A
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Mais econômica, Fiorentina derrota Udinese e vence segunda na Serie A

Após goleada na estreia, Viola venceu por 1 a 0, com terceiro gol de Benassi; Felipe Vizeu entrou nos minutos finais e fez seu primeiro jogo no Italiano

bruno-da-silva
Bruno da Silva
FiorentinaLafont (Dragowski, intervalo); Milenkovic, Pezzella, Vitor Hugo, Chiesa, Benassi, Fernandes, Gerson (Dabo, min. 83), Biraghi; Eysseric (Pjaca, min. 63), Simeone. Técnico: Stefano Pioli
UdineseScuffet; Stryger Larsen, Nuytinck (Felipe Vizeu, min. 88), Troost-Ekong, Samir; Fofana, Behrami (D'Alessandro, min. 80); Machís, De Paul, Pussetto (Teodorczyk, min. 62); Lasagna. Técnico: Julio Velázquez
Placar1-0, min. 73, Benassi
ÁRBITROAntonio Giua, auxiliado por Alfonso Marrazzo e Stefano Liberti. Amarelos: Gerson, Pezzella, Biraghi (FIO); Fofana (UDI)
INCIDENCIASPartida válida pela terceira rodada da Serie A 2018-19, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Em uma partida segura, mas bem menos brilhante que a goleada por 6 a 1 contra o Chievo na estreia, a Fiorentina bateu a Udinese por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada da Serie A. A Viola, que tem um jogo a menos que a maioria dos outros times, venceu graças ao gol de Benassi.

O primeiro tempo foi de poucas emoções no Artemio Franchi. A Fiorentina foi o time que dominou a posse de bola, com 64%, mas deu pouco trabalho a Scuffet. A Udinese se postou para buscar contra-ataques com a velocidade de Machís e Pussetto, mas encaixou poucas jogadas perigosas para a defesa da Viola. No total, foram nove finalizações nos 45 iniciais - cinco a quatro para os mandantes -, com apenas um chute certo - dos visitantes.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

A Fiorentina, que repetiu o time da estreia, só foi assustar pela primeira vez aos 23. Eysseric cobrou falta sofrida por Chiesa há poucos metros da área e mandou com perigo, à direita. Chiesa foi o jogador mais ativo da primeira etapa. Aos 27, atravessou bola para entrada da área, Eysseric furou a bicicleta e a bola sobrou para Biraghi, que finalizou de pé direita, por cima do gol. A Fiorentina teve esse bom momento na partida, mas a Udinese conseguiu rearrumar a marcação para bloquear outras boas oportunidades.

Outro lance de perigo só veio aos 44 da primeira etapa. Gerson arriscou chute de longe, Simeone se lançou tentando desviar, mas a bola e a última chance da Fiorentina na etapa inicial foram pela linha de fundo.

Para a segunda etapa, a Fiorentina trocou o goleiro Lafont, machucado, por Dragowski. Assim como no primeiro tempo, a Viola teve muita posse de bola - terminou o jogo com 63% -, mas criou mais chances nos 45 finais. Foram nove finalizações, contra apenas duas da Udinese, seis delas na direção da meta.

Aos oito, Biraghi bateu escanteio na primeira trave, Gerson raspou e dois jogadores apareceram para completar na segunda trave, porém a bola passou e foi direto pela linha de fundo. Cinco minutos depois, Benassi recebeu grande passe de Eysseric no meio da defesa e apareceu de frente para o gol, mas finalizou fraco de pé esquerdo e Scuffet fez defesa tranquila.

Querendo mais fôlego no ataque, Stefano Pioli colocou o camisa 10, Pjaca, na vaga de Eysseric. Poucos segundos após entrar, o croata fez boa jogada pela esquerda, Gerson ajeitou para trás e Biraghi bateu de primeira, carimbando a trave da Udinese.

Após passar alguns minutos pouco participativo, Chiesa apareceu para brilhar e decidir. Aos 28, após escanteio para a Udinese, o italiano puxou contra-ataque desde o campo de defesa, esperou a movimentação de seus companheiros e cavou para Benassi, que finalizou bonito de voleio e abriu o placar com um belo gol, seu terceiro em duas partidas.

Atrás do placar, Julio Velazquez decidiu arriscar. Primeiro tirou o volante Behrami para a entrada do meia D'Alessandro, e, mais tarde, sacou o zagueiro Nuytinck e promoveu a estreia na Serie A do ex-flamenguista Felipe Vizeu, que teve pouco tempo para mostrar alguma coisa. Nos minutos finais, foi a Viola quem teve nos contra-ataques a chance de ampliar.

Aos 44, Chiesa recebeu de Dabo após confusão na entrada da área, bateu com potência no canto e exigiu boa defesa de Scuffet. Já nos acréscimos, o italiano acelerou pela esquerda, cruzou fechado e a bola sobrou para Pjaca, que ajeitou para trás e Dabo chegou batendo, porém Larsen apareceu no meio do caminho para evitar o 2 a 0, mas não a primeira derrota da Udinese e a segunda vitória da Fiorentina na Serie A.

Com seis pontos em duas rodadas, a Fiorentina ocupa o segundo lugar provisório. A Udinese soma quatro, e está em nono.

Os times só voltam a campo em duas semanas, após a parada para a data Fifa, mas ainda sem data definida. No fim de semana dos dias 15 e 16/9, a Fiorentina visita o Napoli, enquanto a Udinese joga na sua casa contra o Torino.

VAVEL Logo

    Itália Notícias

    há 7 dias
    há 8 dias
    há 9 dias
    há 12 dias
    há 12 dias
    há 14 dias
    há 15 dias
    há 15 dias
    há 15 dias
    há 22 dias
    há 22 dias