Inter de Milão vira no fim e vence Tottenham no retorno à Champions League
Divulgação de foto: Twitter / Inter de Milão

Inter de Milão vira no fim e vence Tottenham no retorno à Champions League

Em um dos jogos mais esperados da primeira rodada da fase de grupos da Champions, a Internazionale superou o Tottenham de virada com dois gols nos minutos finais

wesley-silva
Wesley Silvali

A Champions League começou para duas camisas pesadas do futebol europeu e mundial. Nesta terça, Inter de Milão e Tottenham se enfrentaram pela estreia do grupo B da maior competição do planeta. O jogo aconteceu no Giuseppe Meazza, em Milão. Jogando em casa, a Inter saiu atrás do placar mas conseguiu virada meteórica, com gols aos 40 e aos 46 do segundo tempo, marcados por Mauro Icardi e Vecino.

Tido por muitos como grupo da morte, por contar com quatro tradicionais camisas do futebol europeu (PSV, Tottenham, Inter e Barcelona), os três pontos em casa se fizeram importantíssimo para o clube italiano que está de volta á Champions depois de seis anos. Agora, a Inter tem pela frente o PSV na Holanda. Em contrapartida, o Tottenham terá que superar o Barcelona em casa para se recuperar da derrota de hoje e se manter em boas condições.

Confira ofertas do nosso parceiro FutFnatics!

Primeiro tempo equilibrado e zerado

O equilíbrio e jogo estudado moldaram o primeiro tempo. A Inter deixava o Tottenham com a bola e aguardava o momento certo para retomar e atacar em contra-ataques. Em alguns momentos, essa tentativa de retomada era com marcação alta e arriscada subida de linha para pressionar a saída do rápido time inglês. Mas no geral, nem os italianos conseguiram ter sucesso e nem mesmo o Tottenham conseguiu passar por essas linhas e afunilar a partida para ter grandes oportunidades.

Em apenas um momento Naiggolan roubou a bola praticamente dentro da área. No entanto, na hora de tirar o dez, o belga errou o passe para Icardi que entraria livre com o gol vazio. O Tottenham responderia já perto do fim dos 45 minutos iniciais. Em passe perfeito de Eriksen, Kane ficou frente a frente com Handanovic. O centroavante até conseguiu driblar o goleiro da Inter, mas ficou sem ângulo e saiu com bola e tudo sem nem sequer finalizar em gol.

De mais, apenas jogadas que variavam entre os períodos onde uma equipe e a outra se sobressaia durante o tempo. A Inter tentava pelos lados e forçava muito o passe para Icardi, na maioria das vezes sem sucesso. Tanto que, a bola mais perigosa saiu de um lance que um defensor inglês cabeceou contra e contou com Vorm para salvar ele e o time. O Tottenham chegava mais, porém quase sempre em jogadas laterais, chutes cruzados e bastante jogadas pelo lado de campo. Atenta na partida, a defesa Nerazurri conseguiu afastar o perigo até o juiz apitar e decretar tempo para o intervalo.

Tottenham sai na frente mas Inter consegue grande virada nos minutos finais

De forma acelerada o segundo tempo teve gol cedo. E já era previsto. Os dois times conseguiam fazer a transição com sucesso, mas pecavam sempre no toque final, algo que teve prazo esgotado quando Eriksen recebeu livre na entrada área e emendou para o gol. Em bela defesa, Handanovic espalmou para frente com a bola indo do ar novamente em direção ao dinamarquês. De primeira e mais de canela do que com o pé, o meia não parecia ter batido bem na bola. Porém, com desvio em Miranda, ela ganharia força, subiria e cairia só no fundo das redes, encobrindo os 1,93m do goleirão esloveno que caiu estranho para tentar a defesa.

Sabendo da necessidade de pontuar em casa até pela dificuldade do grupo, a Inter partiu para o ataque em busca do empate. Com isso, deu espaço para o Tottenham, que com Lamela teve três chances de frente ao gol. O argentino parou no goleiro em todas. Naquele momento o jogo era cômodo para o Tottenham, mas as chances desperdiçadas começariam a fazer falta no final quando a equipe italiana passou a se assentar e conseguir a pressão que tentava inicialmente sem sucesso, depois de ter sofrido o gol.

Esticar bolas na área para Icardi continuavam a ser um mantra. Jogada ‘manjada’ que os defensores do clube londrino já pareciam ter tomado controle. Mas isso deixou de acontecer quando o atacante deixou de lado o contato ferrenho ao meio dos zagueirões. Em um cruzamento raro que foi para entrada da área e não para dentro dela, lá estava ele. Em cheio, na veia. Golaço. A assistência foi de Asamoah, que teve a percepção de enxergar Icardi fazendo um movimento até então diferente em todo jogo.

Bastou o gol para que o Tottenham se acuasse definitivamente em campo. Sem trocar mais de três passes, o Spurs ficou pequenino ao meio da atmosfera insana do Giuseppe Meazza e do empolgado time da Inter, que melhorou ainda mais depois da entrada de Borja Valero. Em um abafa incrível, a virada, mais do que madura, aconteceria já nos acréscimos.  Em escanteio aberto, De Vrij escorou no segundo pau para Vecino, que sozinho só teve o trabalho de escorar de cabeça. Isolado, Vorm não pôde fazer nada e imóvel só viu a bola morrer em suas redes.

VAVEL Logo