Lucien Favre é taxativo sobre expulsão de Diallo e afirma: "Pensaram que tinham acabado"
(Foto: Divulgação / Borussia Dortmund)

Lucien Favre é taxativo sobre expulsão de Diallo e afirma: "Pensaram que tinham acabado"

Hoffenheim e Dortmund terminou com placar igualado por 1 a 1, mas a partida ficou envolta na polêmica expulsão direta de Abdou Diallo

raisa-lima
Raisa Lima

O empate de 1 a 1 entre Hoffenheim e Borussia Dortmund pela quarta rodada da Bundesliga 2018/2019, teve jogador aurinegro expulso em lance polêmico e um empate com gosto de vitória para os visitantes dentro da Rhein-Neckar-Arena. Tais acontecimentos foram comentados durante as entrevistas após a partida.

O técnico Lucien Favre foi categórico ao falar sobre o cartão vermelho direto recebido por Abdou Diallo aos 75 minutos. Para o treinador, a expulsão foi injusta, mas reconhece que diante da variação da equipe aurinegra na partida, o empate foi um bom resultado.

"Isso não foi uma falta para um cartão vermelho. Jogamos bem nos primeiros 25 minutos - mas depois disso não fomos bons por muito tempo! Cada perda de bola levou a um contra-ataque perigoso para o Hoffenheim. Após 60 minutos, nós acordamos novamente e tocamos um pouco mais para frente, então foi muito melhor. Depois do cartão vermelho, todos pensaram que tinha acabado para nós. Nós voltamos de qualquer maneira. Com o 1 a 1 podemos estar satisfeitos. Nós sabemos disso", frisou.

O capitão Marco Reus também foi outro que criticou a expulsão, afirmando que mesmo com o uso do árbitro de vídeo no lance, o cartão vermelho deveria ter sido revertido em amarelo:

"Isso não foi de forma alguma para um cartão vermelho. Abdou [Diallo] é claramente o primeiro na bola e o leva até o goleiro. Ambos usaram os braços. Eu nunca digo nada sobre tal situação por causa do árbitro de vídeo, mas aqui eu gostaria de tê-lo corrigido. Todos no estádio viram que não era um cartão vermelho", afirmou.

Para Christian Pulisic, autor do gol de empate, a equipe viveu momentos complicados no jogo e ainda tiveram que lidar com um a menos em campo, mas depois que igualou o placar as coisas ficaram melhores.

 "Começamos bem nos primeiros 15 minutos, mas depois as coisas ficaram difíceis. Hoffenheim fez o gol, depois tentamos e tentamos. O cartão vermelho foi difícil para nós, mas depois marcamos o gol, então tudo bem", concluiu. 

Os dois times voltam a campo nesta próxima semana pelo Campeonato Alemão. Na terça-feira (25), o Hoffenheim confronta o Hannover na HDI Arena, às 15h30 (horário de Brasília). Na quarta (26), o Borussia Dortmund enfrenta o Nuremberg no Signal Iduna Park, também às 15h30.

VAVEL Logo