Seguro, Tottenham vence Huddersfield e sobe para quarta colocação da Premier League
Kane comemora o segundo gol, ao lado de Danny Rose. (Reprodução/Tottenham)

Seguro, Tottenham vence Huddersfield e sobe para quarta colocação da Premier League

Sem Alli e Eriksen, equipe de Mauricio Pocchetino faz dois ainda no primeiro tempo e induz jogo para o modo que bem entende para sair com os três pontos

mathias-galdi
Mathias Galdi

Válida pela sétima rodada da Premier LeagueTottenham e Huddersfield duelaram na cidade de West Yorkshire, na casa dos lanternas. Depois de ser pressionado na primeira etapa, os londrinos venceram com dois gols ainda no primeiro tempo, ambos de Harry Kane, agora artilheiro da competição, ao lado de Agüero Mitrovic.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Durante os primeiros 25 minutos, surpreendentemente, quem estava melhor, era a equipe mandante. Vindo de dois resultados positivos, mas sem jogar um futebol convincente, o Tottenham viajou até a 11ª maior cidade da Inglaterra, onde encontrou um anfitrião muito complicado, impondo muito jogo físico.

Sem EriksenDele Alli, a equipe londrina não tinha toque de bola. A cadência constante no meio campo dos Spurs não era encontrada, sem o bom passe que pertence ao dinamarquês, principalmente. Eram muitos lançamentos que mal chegavam em seus alvos. 

Mesmo estando melhor no jogo, não significa que o Huddersfield levava perigo ao gol de Gazzaniga. Era um jogo muito físico, com muito do “kick and rush” britânico, o "chuta e corre".

Aos poucos, o time de Mauricio Pocchetino ia se soltando. Em duas oportunidades, Kane não conseguiu vencer o goleiro Lössl, em um primeiro momento. Porém, ambas oportunidades eram desprovidas de falhas da defesa anfitriã, nada de mérito londrino.

Em mais um chutão, mas que virou lançamento, Lucas disparou e quase sofreu pênalti. Não desistindo da jogada, o que é recorrente no futebol atual, o brasileiro rolou para Trippier cruzar na cabeça do capitão, quem abriu o placar para os visitantes. Esse foi o terceiro gol de Harry Kane na atual temporada da Premier League, quem não vivia uma boa fase. 

Com a vantagem, o Tottenham tentou acalmar a partida. A cadência que faltava no meio campo começou a aparecer, muito por causa do placar adverso ao Huddersfield. Em uma das poucas chances, os mandantes fizeram Gazzaniga trabalhar, realizando uma defesa dificílima em chute de naosei. Uma dos poucos lampejos perigosos da equipe de West Yorkshire.

Gazzaniga vem aproveitando bem as chances de titular no Tottenham. (Reprodução/Twiter@SpursOfficial)
Gazzaniga vem aproveitando bem as chances de titular no Tottenham. (Reprodução/[email protected])

No que parecia ser o melhor momento dos anfitriões, que haviam dominado boa parte dos primeiros 15 minutos, com quase 75% de posse de bola, o Tottenham apertou um pouquinho, o que foi o suficiente para Danny Rose sofrer pênalti. Penalidade convertida, segundo gol do capitão dos Spurs na partida, o que o transformou no maior artilheiro do John Smith’s Stadium, com quatro gols em duas partidas. 

Capitão inglês comemora segundo gol ao lado de Danny Rose. (Reprodução/Twitter@SpursOfficial)
Capitão inglês comemora segundo gol ao lado de Danny Rose. (Reprodução/[email protected])
 

Depois do segundo golpe, The Terriers até reagiram, tentando mostrar alguma coisa para o seu torcedor, quem não assiste um gol no estádio de seu time desde o início do ano. Após bom cruzamento vindo da esquerda, Mooy furou, o que resultou em uma chicotada de Depoitre, que parou na trave do goleiro argentino, assustando os londrinos segundos antes da etapa inicial se encerrar.

Os primeiros 15 minutos do segundo tempo foram diferentes do primeiro. O Huddersfield não conseguiu repetir o bom início que teve, onde chegou perto do 75% de posse de bola. Com a vantagem, Mauricio Pocchettino conseguiu fazer com que sua equipe jogasse o futebol que ele gosta: com a bola no chão.

O jogo se tornou confortável para os visitantes. Mesmo com os anfitriões vindo pra cima, os londrinos pareciam saber a hora de sair para um contra-ataque, o que fazia que os atletas descansassem no momento com a bola, controlando o resultado, com o regulamento debaixo dos braços, sem dar chances ao Huddersfield, quem ainda assustou Gazzaniga, quem fez boas defesas, mantendo a clean sheet para os londrinos.

 

VAVEL Logo