Fiorentina derrota Atalanta e mantém 100% de aproveitamento em casa na Serie A
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Fiorentina derrota Atalanta e mantém 100% de aproveitamento em casa na Serie A

Veretout, em pênalti contestável, e Biraghi, cobrando falta, fizeram os gols da vitória do time de Florença, em partida travada e de poucas oportunidades

bruno-da-silva
Bruno daSilva

Em um jogo menos empolgante do que o previsto, a Fiorentina bateu a Atalanta por 2 a 0 neste domingo (30) e manteve o 100% de aproveitamento como mandante na Serie A. Veretout, em pênalti polêmico, e Biraghi, de falta, marcaram os gols da vitória viola, a quarta em quatro jogos do time no Artemio Franchi.

O primeiro tempo foi de muitos erros e de raras chances claras em Florença. Com apenas 70% de acerto de passes e 42% de posse de bola, a Fiorentina teve Gerson e Pjaca muito imprecisos, e Chiesa pouco acionado, o que resultou em apenas três finalizações, duas na direção do gol. A Atalanta foi o time com mais posse e mais finalizações - cinco, uma certa -, mas acionou pouco Zapata e teve em Gómez e Castagne suas armas mais perigosas.

Aos 11, Gómez avançou pela direita, ganhou na dividida de Pezzella e partiu para dentro da área, antes de chutar cruzado, levando perigo a Lafont. A chance mais perigosa da Fiorentina foi aos 24. Na cobrança curta de escanteio, Benassi colocou na marca do pênalti e Milenkovic apareceu para cabecear, mas Gollini segurou sem problemas.

O técnico Stefano Pioli perdeu o meio-campista Benassi, artilheiro da Fiorentina com três gol aos 31, por lesão, e colocou E. Fernandes. O panorama da partida pouco mudou, e as equipes continuaram a empilhar imprecisões até o intervalo: 0 a 0.

A segunda etapa não foi de um futebol muito mais vistoso, e as chances continuaram sendo poucas. Pioli trocou Pjaca por Mirallas para tentar uma nova movimentação no ataque, mas o mais decisivo foi a troca de lado dos pontas. Aos 15, Chiesa fez ótima jogada em velocidade pela esquerda, invadiu a área e se atirou na dividida com Tolói. O árbitro Paolo Valeri anotou pênalti, e não teve orientação do VAR para mudar a marcação. Veretout foi para a cobrança, deslocou Gollini e fez 1 a 0.

Atrás no placar, o técnico Gian Piero Gasperini mudou o esquema, colocando Rigoni na vaga de Mancini, Freuler por Barrow e mudando na lateral - Castagne por Ali Adnan. A posse de bola terminou ainda maior para a Atalanta - terminou em 66% -, e o número de finalizações também foi bem maior: 17 a 7, mas não foram muitas ocasiões realmente claras. Aos 31, Rigoni levantou para a área após rebote do escanteio, Lafont tirou mal e Tolói finalizou no rebote, mas Pezzella interceptou e evitou o gol.

Enquanto Gasperini colocou o time para frente, Pioli trocou Gerson pelo lateral Laurini, e cedeu ainda mais campo à Atalanta. Aos 39, Adnan recebeu de Barrow, cruzou para trás e Gómez chegou batendo de primeira, exigindo grande intervenção de Lafont. Quatro minutos depois, após escanteio pela esquerda, a zaga viola afastou para frente e Gómez apareceu novamente para finalizar cruzado, mandando rente à trave esquerda.

Depois de resistir à pressão a Fiorentina chegou no contra-ataque. Chiesa acelerou para a entrada da área e foi derrubado. Na cobrança da falta, Biraghi bateu com categoria, Gollini tentou evitar o gol, mas tirou após a bola passar da linha e a Viola fechou o placar aos 48: 2 a 0.

Com 13 pontos, a Fiorentina alcança o terceiro lugar, ainda ameaçada pelo Sassuolo até o fim da rodada. No próximo domingo (7), a Viola visita a Lazio, às 10h. A Atalanta para nos sete pontos, e ocupa a 16ª posição, um ponto acima da zona de rebaixamento. No mesmo dia e horário, o time de Bérgamo recebe a Sampdoria.

VAVEL Logo