Dando uma aula de contra-ataques, Arsenal bate Qarabag e se mantém 100% no grupo E
(Créditos: Arsenal/Twitter Oficial)

Dando uma aula de contra-ataques, Arsenal bate Qarabag e se mantém 100% no grupo E

Depois de passar apertos na primeira etapa, Gunners botam titulares e garantem boa vitória no Azerbaijão

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Em busca da segunda vitória consecutiva pelo grupo E da Europa League, o Arsenal viajou até o Azerbaijão para enfrentar a equipe do Qarabag no Estádio Olímpico de Baku. Optando por um time bem diferente daquele que costumeiramente vemos em jogos da Premier League, o técnico Unai Emery deixou peças como Lacazette, Ozil e Mustafi no banco de reservas. No lugar dos titulares, alguns garotos tiveram chance de mostrar seu potencial na competição intercontinental, tais como Holding, Guendouzi, Iwobi e Rowe.

O time do Qarabac, lanterna do grupo, levou em campo seus principais jogadores afim de surpreender a equipe londrina. São os atuais líderes da Liga Yuksak, campeonato nacional do Azerbaijão.

A curiosidade da partida vai para o fato de que o Arsenal realizou a maior viagem de sua história até chegar ao Azerbaijão, já que o caminho de Londres até Baku tem mais de 4 mil quilômetros. Além disso, eram mais de 50 mil espectadores presentes no estádio para apoiar o time da casa.

Dado o apito inicial, não demorou muito para o time visitante mostrar a que foi tão longe de sua casa. Aos 3 minutos de partida, depois de cobrança de escanteio, Monreal cabeceou para o meio da área e Sokratis, de peito, desviou e marcou o primeiro do Arsenal na partida.

Os Gunners seguiram apertando a equipe do Qarabag, que lutava para sair com qualidade de sua defesa para o ataque, mas dependiam muito do contra ataque. Aos 17, um gol incrível perdido pelo Arsenal: depois de bola cruzada na pequena área, Rowe se esticou mas não alcançou o carrinho com perfeição, mandando a bola pela rede pelo lado de fora.

Daí em diante, o panorama do jogo mudou completamente. O time da casa passou a se mostrar agressivo e partir pra cima dos ingleses. Aos 26 minutos, estiveram bem perto de surpreender o Arsenal, por 2 vezes. Em bela jogada de Madatov, o meia de 21 anos chutou colocado no canto direito do goleiro Leno, que conseguiu ótima defesa. Duas jogadas seguidas que quase terminaram no empate do time da casa.

Depois dos 30 minutos, o nível do jogo caiu bastante, com ambos os times errando muitos passes. O time da casa, no geral, acabou sendo mais perigoso que o Arsenal durante a primeira etapa, mas sem a efetividade necessária para o empate.

Na volta do segundo tempo, Lucas Torreira entrou no lugar de Monreal, mudando taticamente o sistema no time inglês, que a partir deste momento adotou um 4-2-3-1.

O Qarabac começou bem a segunda metade do jogo, na mesma intensidade do final do primeiro tempo. Com uma finalização de longe, quase empataram a partida. Na jogada seguinte, tiveram um gol corretamente anulado. Sufoco total para os Gunners, que se trancaram atrás.

Como “quem não faz, leva”, o Qarabag acabou sendo castigado. Rowe foi lançado na área por Iwobi e não perdoou o goleiro brasileiro Vágner. 2 a 0 para o Arsenal, que finalmente respirou na partida.

Mesmo com tamanha inferioridade técnica em comparação com o time londrino, o Qarabac continuava martelando o Arsenal, na busca de diminuir a desvantagem que tinham. Mas era dia do goleiro alemão Bernd Leno, que fechou o gol quando foi exigido.

Aos 25 do segundo tempo, as estatísticas marcavam 9 chutes para um lado e 9 para o outro, ilustrando o grande equilíbrio que a partida mostrava.

Unai Emery optou por colocar Ozil e Lacazette na partida, de forma a melhorar a qualidade técnica do meio para frente de seu time. Aos 34 da segunda etapa, saiu o 3º do time inglês, em mais uma jogada mortal em velocidade. Lacazette encontrou Guendouzi no garrafão, que fez boa jogada e chutou cruzado para fazer um golaço, matando de vez a partida para os visitantes. A entrada dos titulares foi bastante sentida em campo.

Daí em diante, o Arsenal apenas administrou o placar que construiu na partida. Com o resultado, o Arsenal se isolou na liderança do grupo E, com 6 pontos.

VAVEL Logo

Inglaterra Notícias

há 5 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 9 dias
há 9 dias
há 11 dias
há 12 dias
há 12 dias
há 12 dias
há 13 dias