Em jogo histórico, Manchester United vence Newcastle de virada e diminui pressão sobre José Mourinho
Martial fez o segundo, dos três gols do Manchester United na vitória desse sábado (Reprodução/ Manchester United)

Em jogo histórico, Manchester United vence Newcastle de virada e diminui pressão sobre José Mourinho

Após sair perdendo por 2 a 0, Red Devils garantiram a vitória com três gols no segundo tempo

sandroquintanilha
Sandro Quintanilha

Com direito a emoção até o final, o Manchester United derrotou o Newcastle United, de virada, por 3 a 2, no Old Trafford, na tarde desse sábado (06). Kenedy e Muto marcaram os primeiros gols da partida, mas Juan Mata, Anthony Martial e Alexis Sanchez, garantiram a vitória para os Devils.

Os visitantes foram pra cima com tudo e com seis minutos saíram na frente no placar. Ayoze Perez tocou para o brasileiro Kenedy, que se livrou da marcação de Ashley Young e bateu colocado, sem chances de defesa. 

Não deu nem pra respirar porque, logo na sequência, Muto ampliou para os Magpies. O atacante recebeu bom lançamento na área, dominou,  chutou no meio do gol e conseguiu balançar as redes de De Gea.

O United parecia que não estava jogando em casa. A equipe comandada por José Mourinho estava acuada em campo, sem finalizar durante os 15 minutos iniciais. Os Toons jogavam com tranquilidade, sem sofrer pressão, apenas administrando o resultado.

Aos 21 Rashford perdeu a primeira grande chance dos Red Devils.  Lukaku fez o cruzamento para o camisa dez, que apareceu como elemento surpresa e cabeceou forte pra meta, mas acabou mandando para fora. Pouco depois, Pogba arriscou de longe e a bola desviou na defesa, saindo em escanteio.

Nos instantes finais do primeiro tempo, Diamé por pouco não fez o terceiro. O volante finalizou de fora da área, sem muita força, ficando tranquila para De Gea. Na resposta, Pogba tabelou com Lukaku e tentou, mas Dubravka, atento, defendeu.

Kendey abriu o placar da partida, aos seis minutos (Reprodução / Newcastle)
Kenedy abriu o placar da partida, aos seis minutos (Reprodução / Newcastle)

Na volta do intervalo, o Manchester teve a chance de marcar em duas oportunidades. Primeiro com seu camisa seis, que soltou uma bomba, obrigando o goleiro a espalmar com dificuldades. No rebote, Matic ficou sozinho, mas pegou errado e isolou.

Os mandantes pressionavam, mas não conseguiam colocar a bola para dentro. Aos sete, Juan Mata quase fez, com a bola raspando a trave direita de Dubravka. Dois minutos depois Rashford, novamente de cabeça, tentou, mas ela passou direto, dando tiro de meta para os adversários. 

Foi com 24 minutos, em uma cobrança de falta, que os Devils conseguiram diminuir. Diamé derrubou Martial na entrada da área, pelo lado direito. Na batida, Mata pegou bem, mandando por cima da barreira e deixou o dele.

O Manchester se animou e foi buscar o empate, com um golaço de Martial. A jogada começou pela esquerda e contou com uma tabela de franceses, entre o camisa 11 e Pogba, terminando em uma finalização forte, que o goleiro chegou a tocar, mas sem conseguir evitar o gol. 

O final do confronto ficou movimentado, lá e cá. Os donos da casa foram todos para o ataque, enquanto o time do norte de Londres recuou, mas explorava o contra ataque. Alexis Sanchez, aos 44 minutos, virou o jogo e garantiu a vitória dos mandantes.

O resultado faz o United subir duas posições na tabela, ficando em oitavo lugar, e alivia a pressão interna vivida pelo  técnico José Mourinho. Já os Magpies continuam com dois pontos, caindo para a penúltima posição no campeonato, atrás apenas Cardiff.

Os dois clubes voltam aos gramados só daqui a duas semanas, no sábado (20). Às 08h30 (Horário de Brasília), o Manchester United faz o clássico contra o Chelsea, no Stamford Bridge. Mais tarde, às 11h, o Newcastle recebe o Brighton & Hove Albion, no St. James' Park.

VAVEL Logo