Chelsea faz boa apresentação fora de casa, vence Southampton e encosta nos líderes
(Créditos: Chelsea FC/Instagram)

Chelsea faz boa apresentação fora de casa, vence Southampton e encosta nos líderes

Barkley e Hazard foram os destaques da prepotente partida dominada pelos Blues

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Pela 8ª rodada da Premier League, o Southampton recebeu o poderoso Chelsea em sua casa, o Saint Mary’s Stadium. Numa briga entre extremos, os Saints buscavam segurar o time londrino e apostar em uma retranca para conseguir um bom resultado dentro de seu estádio e se afastar dos últimos lugares na tabela, já que começavam a partida com apenas 5 pontos ganhos. O Southampton não vence o Chelsea desde o início de 2016, quando a equipe do sul da Inglaterra bateu o time azul por 3 a 1 no Stamford Bridge. Desde lá, foram 6 jogos entre eles e 6 vitórias para o Chelsea.

No lado dos Blues, que brigam lá em cima, Mauricio Sarri optou por um 4-3-3 bastante ofensivo, com Ross Barkley entre os três meias mais recuados no meio de campo, mesmo não sendo sua principal característica, e completando o trio com Jorginho e Kanté.

Como previsto, o roteiro do jogo não fugiu de um domínio completo do Chelsea desde os minutos iniciais. Aos 7 minutos, em chegada pela esquerda com Hazard - que vive a melhor fase de sua carreira - o belga chutou e, no rebote, a bola sobrou para o brasileiro Willian, que mandou para o gol com desvio e viu a bola resvalar no travessão antes de sair para escanteio. Quase o primeiro gol do jogo.

O Chelsea “cozinhava” o jogo no meio de campo com bastante facilidade. Se infiltrava na defesa adversária e virava bolas longas com muita frequência, o que deixou o Manager Mark Hughes bastante irritado. Até os 20 minutos do primeiro tempo, o Chelsea tinha 6 escanteios a seu favor, contra nenhum do time da casa.

Aos 22’, a primeira boa chegada de ataque dos Saints. Depois de fazer pressão na saída de bola do Chelsea, Redmond interceptou uma boa bola e rolou para Gabbiadini, que arriscou de fora da área e mandou direto nas mãos do goleiro Kepa. Enfim chegava com o perigo o Southampton, motivo suficiente para animar sua torcida.

Na jogada seguinte, Bertrand cruzou nos pés de Danny Ings, que perdeu um gol incrível na cara do gol. O próprio Ings é o artilheiro do Southampton nessa Premier League, com 3 gols marcados.

No melhor momento dos Saints no jogo, numa saída de bola errada do time da casa, Barkley roubou a bola de Hojbjerg na defesa e deu excelente assistência para Hazard, livre, tirar de McCarthy e abrir o placar no Saint Mary’s. 1 a 0 para o Chelsea, aos 30 minutos, placar que dava a liderança para os Blues.

Mas o Southampton não perdeu a confiança. Rudiger perdeu uma bola no meio de campo e sobrou o contra ataque para o Southampton. Sem encontrar espaços, porém, Manolo Gabbiadini tentou de longe e a bola ficou fácil para a defesa de Kepa. Mas não foi o suficiente para conseguirem levar o empate para o intervalo. Num jogo bem morno, a equipe da casa precisava buscar novas e melhores alternativas para a segunda etapa.

O Southampton voltou com tudo em busca de deixar o jogo igualado. Aos 5 minutos de segundo tempo, Bertrand foi lançado na pequena área e mandou por cima do goleiro espanhol do Chelsea. Falta capricho para o time da casa empatar a partida. Sempre que exigido, Kepa Arrizabalaga saía muito bem do gol.

De forma bem parecida com o que ocorreu no gol de Hazard, o Chelsea penalizou os Saints em seus melhores momentos em campo, justamente quando cresciam. Em bola levantada na área, Giroud pegou um voleio na veia e mandou para a pequena área para Barkley escorar e fazer o segundo do Chelsea, aos 12 minutos. Que assistência e que gol marcaram os Blues.

Diante do resultado positivo, o Chelsea passou a administrar o jogo, com muita tranquilidade. Enquanto isso, o Southampton praticamente assistia a equipe de Londres trocar a bola com calma. Faltava agressividade para o time de vermelho, que pouco fazia para diminuir o prejuízo.

Aos 34, uma ótima oportunidade teve a equipe da casa. De longe, Redmond quase marca um golaço, não fosse a boa defesa de Kepa. Na mesma jogada, em contra ataque puxado pelo Chelsea, Pedro - que entrou no lugar de Willian - lançou Morata, que perdeu cara a cara com o goleiro McCarthy. Chance incrível perdida pelo atacante espanhol, que havia substituído Giroud há poucos minutos.

Ainda deu tempo para Morata marcar. Nos acréscimos, Hazard serviu o espanhol, que tocou na saída do goleiro inglês para sacramentar o ótimo jogo que fez o Chelsea. Um 3 a 0 bem prepotente.

E assim foram garantidos mais 3 pontos na conta dos Blues. Destaque para a ótima partida de Barkley, que hoje deu uma assistência e marcou um gol. Com o resultado, a situação começa a complicar para o Southampton, que encontra muitas dificuldades para se encaixar e vencer suas partidas, principalmente dentro de seus domínios. Do outro lado, o Chelsea de Sarri fez bem seu papel fora de casa e assumiu de vez a briga pela liderança da Premier League.

VAVEL Logo