Tottenham vence West Ham e se apróxima no líder da Premier League
Lamela marcou o único gol da partida. (Foto:Reprodução/Twitter/Tottenham)

Tottenham vence West Ham e se apróxima no líder da Premier League

Hammers e Spurs fizeram um jogo parelho, ambas equipes sem conseguir criar muitas chances, onde a estrela de Sissoko brilhou e abriu caminho para a vitória dos visitantes

mathias-galdi
Mathias Galdi

O duelo realizado no Olímpico de Londres terminou com o triunfo da equipe de Mauricio Pochettino, com gol marcado no fim do primeiro tempo por seu conterrâneo, Erik Lamela. Com a vitória, os Spurs seguem na parte de cima da tabela, caçando o líder City, quem goleou o Burnley simultaneamente.

Lamela marcou mais um gol na temporada, seu sétimo. (Twitter: SpursOfficial)
O argentino marcou mais um gol, seu sétimo na temporada atual dos Spurs. (Twitter: SpursOfficial)

Um primeiro tempo morno, sem muitas chances criadas para nenhum dos dois lados. Apenas aos 25 minutos da etapa inicial, Harry Kane foi lançado por Lucas, mas o defensor francês, Diop, bloqueou o chute do artilheiro inglês.

Os visitantes do jogo deste sábado jogavam ao estilo Pochettini, com posse de bola e sem pressa para atacar. Os laterais avançavam, o que abria espaço para Yarmolenko Felipe Anderson atacarem, mas nenhum dos dois acabou tendo o desempenho esperado na partida. O ucraniano ainda saiu com uma lesão no tornozelo direito.

Beirando os 60% de posse de bola, o Tottenham mantinha a redonda, mas não assustava. Com as linhas de marcação muito bem postadas pelo lado dos Hammers, a jogada individual de Sissoko foi o que abriu espaço, onde Lamela se encaixou e cabeçou para o fundo das redes de Fabiànski

Essa foi a 10ª participação em gols do argentino nos últimos nove jogos, marcando sete gols e dando a assistência final em três ocasiões, afirmando a boa fase que vive o ex-jogador da Roma.

Lamela comemora o gol solitário na partida desta manhã. (Twitter: @SpursOfficial)
Lamela comemora o gol solitário na partida desta manhã. (Twitter: @SpursOfficial)

O segundo tempo começou com os mandantes pressionando. Logo no primeiro minuto, Arnautovic cabeceou bem e obrigou Lloris, quem voltou de contusão, a fazer excelente defesa. As chances mais claras do West Ham foram em bolas alçadas na área, onde posicionavam seu melhores cabeceadores.

Entre eles, Issa Diop, quem já vinha se destacando dentro da partida, por desarmes seguros e por passar segurança para toda a zaga anfitriã, ao lado de Balbuena

Na oportunidade, um dos incontáveis desarmes do francês. (Twitter: SpursOfficial)
Na oportunidade, um dos incontáveis desarmes do francês. (Twitter: SpursOfficial)

Num jogo onde esperávamos muito do atacante austríaco, quem teve ótimo desempenho na Data FIFA, o máximo que vimos foi ver o mesmo perder dois gols, um que contou com a crucial saída de Lloris, e por apimentar um pouco a partida.

Num primeiro momento, o centroavante implicou com Sánchez, sem muita razão, o que resultou em um corte ainda maior na camisa do colombiano, pois sua camisa já estava rasgada antes do embate. Mais tarde, o mesmo deixou o pé em dividida com Trippier, o que lhe resultou um cartão amarelo.

Somente no fim do jogo os Hammers conseguiram apertar novamente, na base do desespero, com bolas alçadas na área para suas torres gigantescas, mas a defesa lilywhites conseguiu manter o placar e levar os três pontos para, temporariamente, Wembley.

VAVEL Logo