Cristiano Ronaldo comenta acusações de estupro e revela emoção por voltar a Manchester
(Divulgaçõ/Juventus)

Nesta terça-feira (23), pela Uefa Champions League, a Juventus visita o Manchester United no Old Trafford. No entanto, o confronto de amanhã será uma ocasião ainda mais especial, principalmente para os torcedores do time inglês e Cristiano Ronaldo, que volta a cidade onde teve uma passagem memorável.

Na véspera da partida, o Gajo da Vecchia Signora concedeu entrevista a imprensa e se mostrou bastante feliz com o reencontro com os Red Devils. O momento era bastante aguardado, desde o sorteio do torneio há 2 meses.

"Voltar a Manchester é uma emoção muito grande. Quando o sorteio aconteceu, lembrei de toda minha história aqui, de tudo que conquistei. E da torcida incrível, mas principalmente de Sir Alex Ferguson, que é uma pessoa que nunca esquecerei. Foi uma grande emoção saber que iríamos jogar contra o Manchester", declarou.

"Será um jogo difícil. O Manchester United é uma grande equipe com um treinador experiente. Temos que respeitar os adversários, mas espero uma vitória de Juve amanhã à noite", acrescentou.

Apesar da animação com seu desempenho na Juve e o retorno a sua ex-casa na Inglaterra, nem tudo são flores na vida do astro português, que tem sido alvo de uma grande polêmica nas últimas semanas. Há três semanas, Ronaldo foi acusado de estupro por Kathryn Mayorga, que entrou com um processo na Justiça dos EUA pelo que aconteceu em 2009.

Questionado sobre como estava lidando com toda a situação, CR7 se mostrou tranquilo e garantiu que o caso não tem interferido dentro de campo.

"Soltamos um comunicado a pouco tempo. Não estou preocupado com essa situação. Meus advogados estão comigo. Sigo curtindo minha família e meu futebol. O resto, deixo as pessoas tomarem conta. Vamos ver o que vai acontecer, mas estou feliz", disse.

Bastante perguntado sobre o processo durante a coletiva, ele voltou a dizer que nada de fora mudaria sua carreira ou vida. "Sei que sou um  bom exemplo dentro e fora de campo. Por isso, sempre estou sorrindo. Sou abençoado e tenho tudo: jogo num clube fantástico, tenho uma família, quatro filhos, sou saudável. Nada interfere nisso. Sou muito feliz", revelou.

Eleito o segundo na premiação da Bola de Ouro, que ficou com seu ex-companheiro de equipe, Luka Modric, Ronaldo disse estar bem com suas últimas atuações.

"Os prêmio individuais não são uma obsessão. O que me interessa são os primeiros meses com Juve, que foram fantásticos e tudo está indo bem", firmou.

Cristiano Ronaldo chegou em julho na Juventus, logo após o fim da Copa do Mundo. Apesar de alguns momentos com difícil adaptação no início, ele parece finalmente ter se encontrado em Turim. Porém, a situação de seu ex-clube, Real Madrid, não é nada favorável dentro e fora de campo. O camisa 7 se esquivou sobre a crise vivida da equipe merengue.

"Não tenho que falar de outros clubes. Todos sabem da história que tive lá, mas penso que não é o momento adequado para comentar isso, antes de um jogo que a Juventus, se ganhar, está praticamente classificada. Não sou a pessoa adequada para falar do Real Madrid", finalizou. 

VAVEL Logo