Real Madrid tem atuação apagada, mas vence Viktoria Plzen e se recupera na UCL
Divulgação/Real Madrid

Na tarde desta terça feira (23), o Real Madrid recebeu o Viktoria Plzen no Santiago Bernabéu pela a terceira rodada da UEFA Champions League. Com o Real em uma situação complicada no grupo, onde começou a partida na terceira posição, conseguiu uma  vitória sofrendo com a pressão do adversário para se assegurar nas primeiras posições no grupo. 

Em um jogo com algumas surpresas, onde o favoritismo do Real era esperado, o time merengue sofreu em alguns momentos do jogo, mas exerceu seu futebol envolvendo o adversário desde do início da partida. Conseguiu abrir o placar logo aos 11 minutos de jogo com um cruzamento feito por Lucas Vázquez, que achou perfeitamente o companheiro Benzema. Com uma cabeçada, o francês conseguiu fazer o gol que estava salvando o time de uma situação complicada no grupo.

Mantendo a vantagem no placar, o Real pode administrar os primeiros 45 minutos. O Pilsen após ter levado o gol, teve uma jogada perigosa com um erro do Vázquez, Petrzela teve uma grande chance pela lado esquerdo onde sua finalização bateu primeiro na trave e o rebote voltou nos seus pés mas depois foi defendido pelo Navas que estava bem posicionado.

No final da primeira parcial, o time visitante começou a gostar do jogo e começou a pressionar bastante, tendo chances reais de empatar a partida. A torcida no Bernabéu não gostou muito da postura do time no final do primeiro tempo e acabou se manifestando com vaias.

Com a bola no segundo tempo rolando, o jogo teve uma postura parecida com o início do primeiro tempo. O Real voltou com uma postura totalmente dominante no jogo, mostrando superioridade  nas jogadas de ataque e conseguiu administrar as investidas que estavam incomodando do adversário. Os merengues chegaram ao segundo gol com o brasileiro Marcelo.

Com a jogada articulada por Gareth Bale, o galês mandou um belo passe pro lateral que estava bem posicionado e mandou um chute de fora da área que não deu chance nenhuma de defesa para o goleiro Hruska. Mas o Real provou mesmo que não está passando por uma boa fase pois voltou a ser pressionado pelo Pilsen que conseguiu diminuir a vantagem no placar.

Hrosovsky mandou um chute de pé direito de fora da área que não deu chance para Navas defender. Com o mal momento e o time sendo pressionado, ainda teve que terminar a partida com um a menos pois o Marcelo sentiu uma dor no tornozelo e teve que deixar a partida antes do final e passa a preocupar bastante a comissão técnica pela proximidade do Él Clássico pelo Campeonato Espanhol .

Aproveitando o final nervoso de jogo, o Pilsen abusou desse momento e foi com todas as suas forças para o ataque para tentar arrancar um gol de empate. Mas a partida terminou com a vitória merengue, que venceu o jogo mesmo sem uma grande atuação. Com a grande pressão envolvendo o técnico Julen Lopetegui e pelo mal momento do time nas competições, o elenco saiu de campo novamente sobre vaias mais forte das que ocorreram no intervalo de jogo, fazendo com que os momentos de crise internamente só ganhem mais repercussão. O Real Madrid entra em campo novamente pela Champions League contra o o Pilsen fora de casa, na quarta feira (07) as 18:00 (horário de Brasília).

VAVEL Logo