Torino e Fiorentina marcam no início e empatam em jogo de pouca inspiração
Foto: Divulgação/Torino FC

Sobrou empenho, faltou qualidade no encontro entre Torino Fiorentina pela 10ª rodada da Serie A. Neste sábado (27), no Olímpico de Turim, a Viola saiu na frente com gol de Benassi, pouco após o primeiro minuto de jogo, e Lafont, contra, acabou empatando a partida ainda na parte inicial da partida.

O início de jogo sugeriu uma superioridade visitante, já que, com pouco mais de um minuto, Chiesa cruzou da direita, De Silvestri não conseguiu afastar e a bola sobrou para Benassi, que fez valer a 'lei do ex' e fez 1 a 0 no Olímpico. Porém, após esta finalização, a Fiorentina só teve uma outra durante todo o primeiro tempo, enquanto o Torino teve 12 - apesar de apenas uma na direção do gol -, e ficou com 61% de posse de bola.

Aos 12, em bola atravessada por Belotti, Aina recebeu com espaço, limpou para dentro e finalizou na trave. O nigeriano, porém, contou com a sorte e a bola rebateu nas costas de Lafont, morrendo no fundo das redes: 1 a 1. Sem centro-avante - Simeone começou no banco - e com a proposta de um ataque mais móvel, a Fiorentina foi praticamente inócua na primeira etapa, ainda com problemas defensivos e também para organizar uma saída de bola no meio-campo.

Mesmo sem um desempenho brilhante, o Torino esteve perto da virada. Aos 18, após cobrança curta de escanteio, Aina recebeu livre na entrada da área e finalizou rasante, perto da trave. Quatro minutos depois, De Silvestri recebeu de Falqué em ultrapassagem, bateu cruzado e exigiu boa defesa de Lafont com os pés.

Com muita dificuldade para organizar ataques, a Fiorentina conseguiu por um tempo pelo menos evitar finalizações perigosas, mas teve o Torino ao redor de sua área por muito tempo. Aos 43, De Silvestri recebeu de Falqué, girou na entrada da área e ficou de frente para o goleiro, mas parou em bela defesa de Lafont. Já no último lance da primeira etapa, Falqué cruzou da direita fechado, a bola não desviou em ninguém e tinha o endereço do gol, porém o goleiro viola novamente evitou a virada dos mandantes.

Insatisfeito com a produção ofensiva da Viola, o técnico Stefano Pioli voltou ao segundo tempo com Simeone e Gerson nas vagas de Eysseric e E.Fernandes, mas o número de chances não aumentou tanto. A Fiorentina finalizou sete vezes na segunda etapa, contra nove do Torino, mas poucas delas foram perigosas, de ambos os lados. No primeiro minuto da etapa final, em um rebote da cobrança de falta, Gerson ajeitou e Chiesa chegou batendo da entrada da área, porém Sirigu segurou firme.

Depois desta chance inicial, foram muitos minutos sem ocasiões claras de gol. O Torino apostou na entrada de Zaza no lugar de Baselli, colocando mais um atacante, porém sem muita efetividade. Aos 26, Falqué, o jogador mais envolvido nas jogadas de ataque do Toro, recebeu de Belotti na entrada da área e finalizou com categoria no canto direito, parando em defesa espetaculosa de Lafont.

Os técnicos queimaram os cartuchos com as entradas de Parigini e Soriano no time da casa, enquanto Dabo entrou para dar mais força no meio-campo da Fiorentina. Aos 36, na última grande chance da partida, Chiesa deu lindo passe para Simeone, que finalizou com espaço, parando em ótima intervenção de Sirigu. Na sequência, a bola sobrou para Mirallas, que bateu desequilibrado, mas exigiu nova defesa do goleiro. Sem mais emoções, os dois times dividiram os pontos da partida e ficaram no empate: 1 a 1.

No domingo (4), o Torino, nono colocado, com 14 pontos, volta a campo para enfrentar a Sampdoria, no Luigi Ferraris, às 12h. Um dia antes, no sábado (3), a Fiorentina, que está em sexto lugar, com 15, joga no Artemio Franchi, em Florença, contra a Roma, às 14h.

VAVEL Logo