Junior bate Santa Fé fora de casa e abre excelente vantagem na semi da Sul-Americana
(Foto: Guillermo Munoz/ AFP)

Junior bate Santa Fé fora de casa e abre excelente vantagem na semi da Sul-Americana

Téo Gutiérrez e Piedrahita fizeram os gols da vitória em Bogotá

zeca5
Zeca Lemos

Semifinalista ano passado, o Junior Barranquilla deu importante passo para chegar pela primeira vez à final da Copa Sul-Americana. Téo Gutiérrez e Piedrahita fizeram os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Santa Fé, no estádio El Campín, em Bogotá. O resultado trouxe boa vantagem para a partida de volta, dia 29, no interior colombiano. O Junior pode perder até por um gol de diferença em seu estádio para chegar à final diante do vencedor de Atlético-PR e Fluminense, que fazem a outra semifinal. A partida desta quinta foi marcada por duas intervenções do VAR, para confirmar o primeiro gol do jogo e para apontar uma entrada forte que causou a expulsão do zagueiro Javier López, do Santa Fé.

O primeiro tempo foi de poucas chances de gol e muitas entradas duras, que deixaram de saldo sete cartões amarelos (quatro para o Junior Barranquilla e três para o Santa Fé). Em uma das poucas jogadas bem elaboradas, o Junior chegou ao gol aos 39 minutos: numa cobrança rápida de falta, com estilo, Sánchez olhou para um lado e tocou para o outro, encontrando Barrera sozinho para lançar Téo Gutiérrez, que driblou o goleiro Zapata e chutou para o gol vazio. Gol inicialmente anulado por impedimento, mas depois confirmado pelo VAR.

Na etapa complementar, logo aos três minutos, o lateral-direito Piedrahita recebeu ao lado da áera e acertou um lindo chute cruzado, cheio de efeito, que enganou Zapata: 2 a 0 Junior Barranquilla. O técnico Guillermo Sanguinetti tentou de todo jeito fazer o Santa Fé reagir, lançando o meia Guichón e os atacantes Aguirre e Bentancourt. Mas na melhor chance de Guichón, aos 33, o goleiro Viera salvou com o pé esquerdo. A situação do time da casa ficou pior quando o VAR entrou em ação para alertar o árbitro da falta dura de Javier López em Barrera, transformando um cartão amarelo já tomado em expulsão.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 6 dias