Holanda vence França e sacramenta rebaixamento da Alemanha na Liga das Nações
(Divulgação/OnsOranje)

Holanda vence França e sacramenta rebaixamento da Alemanha na Liga das Nações

Laranja Mecânica fez grande partida e segurou atuais campeões do mundo; resultado decretou descida dos alemães na primeira edição do torneio

caio__vinicius
Caio Vinicius

Nesta sexta-feira (16), a Holanda enfrentou a França em Roterdã, pela quinta rodada da Liga das Nações. A seleção da casa fez um jogo enorme, venceu por 2 a 0 e se não fosse a atuação do goleiro francês Lloris, poderia ter saído com um placar ainda mais elástico.

Além do triunfo e os três pontos, o resultado decretou o rebaixamento da Alemanha para a segunda divisão do torneio. O time germânico só fez um ponto de nove possíveis e permanece na lanterna do Grupo 1, que segue sendo liderado pelos franceses, com 7 pontos. No entanto, a vida dos atuais campeões mundiais pode se complicar. Isso acontece porque eles encerraram sua participação na competição, enquanto a Holanda, segunda colocada e com um ponto a menos, ainda tem uma partida.

O confronto decisivo entre neerlandeses e alemães será na segunda-feira (19), ás 17h45 (horário de Brasília), na Veltins Arena, casa do Schalke 04, em Gelsenkirchen.

Primeiro tempo

Um dos grandes destaques do confronto foi Lloris. O goleiro francês trabalhou até o último instante e evitou que a derrota sofrida por sua equipe fosse maior. Com apenas dois minutos de bola rolando, ele fez uma linda dfesa em chute forte de Wijnaldum de dentro da área.

O time francês atacou com perigo pela primeira vez alguns minutos depois, com Pavard aproveitando a sobra de escanteio e mandando uma bomba, mas que acabou saindo por cima do travessão do goleiro Cillessen.

A partida começou a ficar lá e cá, até que aos 43 minutos, Wijnaldum decidiu botar fogo no jogo. Levantamento de Blind na área francesa, Varane tentou tirar de cabeça, mas a bola foi para trás e sobrou nos pés de Ryan Babel. Ele finalizou de primeira, Lloris fez milagre, mas deu rebote e Wijnaldum apareceu para empurrar pro fundo das redes.

Segundo tempo

Na etapa complementar, domínio holandês. A Laranja Mecânica voltou com tudo para cima da apática equipe francesa e aproveitou isso para bombardear a área dos Bleus.

O primeiro susto foi aos 59. Cobrança de escanteio e Van Dijk testou com perigo por cima do travessão. Dois minutos depois foi a vez de Lloris voltar a aparecer. Cruzamento da esquerda e Dumfries surgiu como elemento surpresa para cabecear, mas o goleiro espalmou. No rebote, o lateral chutou forte e o camisa 1 tirou com os pés.

Todas as chances eram da Holanda, que não permitia nenhuma que a França ameaçasse. Aos 71, Pavard fez derrubou Depay na entrada da área e levou amarelo. O atacante cobrou rasteiro, com força e Lloris botou pra escanteio. 

O momento era de um duelo particular entre Depay e Lloris. Aos 74, o holandês limpou a marcação e finalizou colocado, mas o arqueiro saiu e jogou pra escanteio. Na sequência, o jogador do Lyon arriscou uma bomba e novamente parou em mais uma grande defesa do goleiro da França.

Já nos acréscimos, quando o resultado já praticamente estava fadado a terminar em 1 a 0 para os holandeses, o volante Sissoko tratou de dar uma última felicidade a seus adversário. Ele derrubou De Jong dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade. Depay foi para a cobrança e bateu de cavadinha, com estilo, para decretar a vitória de sua seleção.

VAVEL Logo