Em jogo equilibrado, Manchester United e Crystal Palace não saem do zero em Old Trafford
Equipes foram bem na criação, mas não conseguiram superar a defesa adversária (Divulgação / Manchester United)

Em jogo equilibrado, Manchester United e Crystal Palace não saem do zero em Old Trafford

Equipes fizeram duelo disputado, mas não tiraram a igualdade do placar

sandroquintanilha
Sandro Quintanilha
Manchester UnitedDe Gea; Darmian; Smalling; Lindelof; Young; Lingard (Fellaini); Matic; Pogba (Alexis Sanchez); Mata (Rashford); Martial; Lukaku
Crystal PalaceHennessey; Wan-Bissaka; Tomkins; Sakho; van Aanholt; MacArthur; Kouyaté; Milivojevic; Meyer; Townsend (Schlupp); Zaha (Ayew)
INCIDENCIASPartida válida pela 13ª rodada da Premier League, disputada em Old Trafford, às 13h

Manchester United e Crystal Palace ficaram no empate sem gols, em Old Trafford, na tarde desse sábado (24), pela 13ª rodada da Premier League. O confronto foi marcado pelo equilibro tático apresentado pelos dois lados, que criaram, mas não conseguiram furar a defesa adversária. 

Os donos da casa tentaram impor seu domínio logo nos primeiros movimentos da partida. Com dois minutos, Lukaku recebeu lançamento e ajeito pra Lingard chegar batendo, mas o lance parou em cima da defesa.

Aos 20, Zaha chegou com perigo, para os visitantes, e quase abriu o placar. o atacante recebeu na entrada da área, girou e chutou rápido. A jogada raspou a trave de De Gea e foi pra fora. Pouco depois, os Eagles tentaram mais uma vez, em um contra-ataque pela esquerda, mas Van Aanholt errou a finalização e desperdiçou a oportunidade. 

A equipe comandada por José Mourinho tentava administrar confronto, mantendo a posse no campo ofensivo, mas apresentou dificuldades em superar a linha de defesa do time armado por Roy Hodgson. A melhor tentativa dos Red Devils veio após Lingard receber cruzamento de Young e tentar o chute por baixo, obrigando o goleiro Hennessey a fazer grande defesa, aos 30 da primeira etapa.

Em um primeiro tempo movimentado, nenhuma das equipes conseguiu marcar (Divulgação / Manchester United)
Em um primeiro tempo movimentado, nenhuma das equipes conseguiu marcar (Divulgação / Manchester United)

Após o intervalo, os mandantes voltaram com tudo, e criaram pressão logo no começo. Com apenas alguns segundos, Ashley Young fez um levantamento que acabou sendo desviada no meio do caminho e por pouco não entrou, passando próximo a trave esquerda de Hennessey.

Dez minutos depois, Romelu Lukaku aproveitou o rebote e balançou as redes para o United. A arbitragem porém já havia parado o lance, indicando que o belga estava em posição de impedimento. A resposta do time londrino veio aos 17, em uma tentativa de Kouyate que De Gea defendeu em dois tempos.

Os Eagles perderam mais uma grande chance de sair na frente na partida. Towsend fez grande jogada individual pela direita, deixou três jogadores para trás, ficou cara a cara com De Gea, finalizou cruzado, mas a bola saiu rente ao gol e foi pela linha de fundo.

Com o jogo se aproximando do final, aos 39, Hennessey brilhou e salvou sua equipe da derrota. Depois de um cruzamento, Lukaku ganhou de dois defensores pelo alto e cabeceou forte. O arqueiro do Crystal saltou, se esticou todo e conseguiu espalmar, afastando o perigo. 

O resultado faz o Man United subir para a sétima colocação no torneio, somando agora 21 pontos, seis a menos que o Tottenham, último clube no Top 4 da competição. Já o Palace tem nove, e segue ameaçado pela zona de rebaixamento.

Na próxima terça-feira (27), o Manchester United volta a campo, novamente em casa, para enfrentar o Young Boys, da Suiça, pela fase de grupos da Champions League. No sábado, o Crystal Palace recebe o Burnley, às 13h, no Selhurst Park, pela próxima rodada do Campeonato Inglês

VAVEL Logo

Inglaterra Notícias