Mourinho vê justiça no empate com Southampton apesar de 'apuros' por improvisações na zaga
Créditos: Manchester United/Twitter Oficial

Mourinho vê justiça no empate com Southampton apesar de 'apuros' por improvisações na zaga

Depois de levar dois rápidos gols, United buscou o 2 a 2 no St. Mary's; técnico português viu mais pontos positivos que negativos no resultado diante do antepenúltimo colocado

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea
Depois de um empatar empatar em 2 a 2 contra o Southampton no Saint Mary’s Stadium, o Manchester United de José Mourinho mantém a má fase na Premier League. Mesmo conseguindo igualar a partida depois de um 2 a 0 rápido do time da casa, o resultado não foi suficiente para que o United deixasse o extremo-sul da Inglaterra com os três pontos e nem agradasse seus fanáticos torcedores. O time obteve apenas dois pontos dos últimos nove disputados.
 
Mourinho escalou um time bem diferente daquele que vinha escalando nos últimos jogos, com um padrão de jogo e formação tática radicalmente alterados. Quando abordado sobre tais mudanças realizadas para a partida de hoje, portuguçes afirmou que os testes foram necessários e que ele não teve escolha em alguns casos. José ainda reforçou que a presença de Lukaku como o centroavante do time se deu para que o belga retornasse à sua melhor forma com “minutos em campo”.
 
Com o empate fora de casa, os Red Devils chegaram aos 22 pontos no Campeonato Inglês, ocupando a sétima colocação no torneio, chegando a marca de 16 pontos de diferença para o líder e rival da cidade, o Manchester City.
 
Sobre o que ficou marcado da partida e do resultado fora de casa, Mourinho valorizou o empenho demonstrado por seus comandados. “Perdemos muitas bolas no meio-campo e na transição, mas nós tivemos bom espírito e boa luta, lutando até os limites como Rashford e Jones. Não é o resultado que queremos, mas tivemos pontos positivos. Nós não temos muitos cachorros loucos, os que mordem a bola e pressionam ”.
 
O treinador português ainda usou o adjetivo 'justo' para classificar o resultado da partida. “Acho que o resultado foi bastante justo, apesar de sermos mais dominantes no jogo. Eles tiveram um começo melhor que nós. Estávamos em apuros, organizando uma linha defensiva com apenas um zagueiro, tentamos proteger essa fraqueza jogando três em vez de dois zagueiros centrais. [...] Funcionou muito bem, os gols que sofremos foram de falta e de uma precisa finalização, mas precisávamos perder menos bolas no meio-campo.”
 
Perguntado sobre se as mudanças feitas para o jogo explicaram os dois primeiros gols do Southampton, José respondeu. “O segundo gol foi uma falta batida direta e o primeiro porque não pressionamos bastante a bola quando a nossa linha estava baixa, o que é algo que fazemos de errado, não importa o sistema que jogamos. Tem a ver com as características dos jogadores. [...] Então, nada a ver com o sistema. Acho que Scott e Matic fizeram um trabalho muito positivo para dois jogadores de meio-campo e Jones liderou os três de certa forma, onde estávamos totalmente no controle. Eu diria que o único problema que tivemos foi que os dois atacantes não tiveram continuidade suficiente porque perdemos muitas bolas no meio-campo.”
 
No final da coletiva, Mourinho foi abordado sobre quem voltaria para a próxima partida da equipe pela Premier League, na quarta-feira (5), quando o United enfrenta o Arsenal em Old Trafford. Assim respondeu o português. “Eu não sei exatamente. Victor Lindelof teve uma lesão importante, Alexis Sanchez também. Ashley Young está suspenso. Se Chris Smalling e Eric Bailly estiverem prontos - se eles estiverem prontos para treinar amanhã, não será uma surpresa.”
VAVEL Logo

Inglaterra Notícias

há 2 dias
há 2 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 7 dias