Dortmund bate Bremen e garante título simbólico do primeiro turno da Bundesliga
(Divulgação/Borussia Dortmund)

Dortmund bate Bremen e garante título simbólico do primeiro turno da Bundesliga

Os aurinegros venceram os alviverdes por 2 a 1 dentro de casa e estão nove pontos na frente do vice-líder 

raisa-lima
Raisa Lima

O Borussia Dortmund e o Werder Bremen se enfrentaram neste sábado (15), no Signal Iduna Park, pela 15ª rodada da Bundesliga 2018/2019. Os aurinegros venceram mais um jogo se consolidando na liderança. O primeiro tempo foi bastante disputado e os gols da partida saíram. Já o segundo tempo as equipes não criaram tantas oportunidades. O placar terminou 2 a 1 e os gols foram marcados por Marco Reus, Paco Alcácer e Max Kruse.

Com o resultado, os aurinegros se mantém na liderança com pontos 39, estando nove pontos na frente do vice líder, Borussia Mönchegladbach. Já os alviverdes estão com 21 pontos na nona posição, podendo ser ultrapassado pelo Mainz 05 caso vença a partida contra o RB Leipzig no domingo.

O início da partida começou movimentada com as duas equipes indo ao ataque. A primeira chance foi aos quatro minutos, com Marco Reus invadindo a área e fazendo fila na zaga adversária, tocou para Raphaël Guerreiro que chutou bem obrigando Jiri Pavlenka a fazer uma grande defesa. Aos seis, em um rápido contra-ataque, Guerreiro avançou pela esquerda e lançou na área para Paco Alcácer que bateu de cobertura, Pavlenka não alcançou a bola que tocou na trave e Davy Klaassen tirou em cima da linha.

Aos 13’ surgiu uma boa chance para o Bremen. Nuri Sahin recebeu a bola na entrada da área, viu Roman Bürki mal posicionado e soltou uma bomba, mas a redonda saiu tocando no travessão. Aos 16’, Lukasz Piszczek fez lançamento para a área, Alcácer recebeu batendo de primeira e Pavlenka defendeu sem dar rebote.

No minuto seguinte, Reus lançou Jadson Sancho na meia-direita que foi fazer graça para cima de Sahin e acabou sendo derrubado, falta marcada. Na cobrança, aos 18’, Guerreiro cobrou mandando para o meio da área e Paco Alcácer surgiu sozinho no meio da zaga alviverde e cabeceou baixo no canto esquerdo não dando chances para Pavlenka. Contudo, no primeiro momento o juiz anulou o gol dando impedimento, mas o VAR entrou em ação validando o tento dos aurinegros.

O Bremen foi atrás do prejuízo, mas parava sempre na zaga do Dortmund. Assim, os donos da casa ficaram tranquilos para aparecer no momento certo, aos 26’, com a zaga alviverde se atrapalhando na saída de bola, Reus lançou na área e Sancho dominou e cruzou rasteiro, o camisa 11 apareceu livre para finalizar rasteiro e marcar o segundo gol.

Os visitantes saíram novamente para o ataque para diminuir a diferença. Aos 33’ Harnik arriscou e deu um chute de efeito que passou por cima do gol de Bürki. No minuto seguinte, na entrada da área, Max Kruse recebeu a bola batendo de primeira marcando um belo golaço no ângulo para o Bremen. As equipes ainda tentaram criar mais oportunidades até o final do primeiro tempo, mas sem nenhuma grande chance.

No segundo tempo o Bremen iniciou com força total. Aos 47’, Milot Rashica cruzou e Abdou Diallo cortou, mas a bola caiu nos pés de Kruse que bateu de primeira e obrigou Bürki a fazer a defensa com a ponta dos dedos.  Aos 50’ minutos quase veio o empate, Sahin lançou na ponta direita para Rashica que tirou de Achraf Hakimi e cruzou rasteiro na marca do pênalti, Kevin Mohwald dominou e chutou forte, mas carimbou as costas de Manuel Akanji.

Aos 56’ foi a vez do Dortmund aparecer bem. Alcácer invadiu a área e cruzou rasteiro, Reus finalizou de bico e no susto Pavlenka fez a defesa. Outra boa oportunidade aurinegra veio aos 67’, Reus tocou para Sancho que percebeu o goleiro do Bremen sair do gol e tentou a cavadinha, mas Pavlenka conseguiu defender evitando o terceiro gol dos donos da casa.

O ritmo da partida diminuiu consideravelmente na metade do segundo tempo e as equipes só voltaram a criar boas jogadas nos minutos finais. Aos 90’, Kruse desceu em velocidade pela esquerda, deu cavadinha dentro da área e Martin Harnik desviou de bico no gol, Bürki não teve problemas e fez uma defesa segura. Aos 93’, Kruse invadiu a área após tirar de Piszczek e cruzou rasteiro, Harnik tentou desvio no gol, mas Diallo mandou para fora. Aos 95’ o Dortmund chegou a marcar o terceiro gol, com Mario Götze em jogada de contra-ataque de Reus, mas o VAR anulou o gol por causa de uma irregularidade no início do lance. Com isso, a partida acabou com a vitória aurinegra por 2 a 1.

VAVEL Logo

Alemanha Notícias