Herrlich lamenta Bayer Leverkusen contra o Frankfurt: "Não fomos agressivo"
Técnico elogiou o poder ofensivo dos rivais (Foto: Divulgação/Bayer)

Herrlich lamenta Bayer Leverkusen contra o Frankfurt: "Não fomos agressivo"

Técnico afirmou que time deu tudo de si, mas que não foi suficiente para voltar para casa com 3 pontos; Bayer segue na ponta da tabela, em 18º lugar

beatrizfabbri
Beatriz Fabbri

O Bayer Leverkusen não conseguiu garantir os três pontos diante do Eintracht Frankfurt neste domingo (16), na Commerzbank-Arena, pela 15ª rodada da Bundesliga. Com o placar de 2 a 1, Danny da Costa e Kostic marcaram para o time da casa. Já Bellarabi descontou. A equipe da Renânia do Norte-Vestfália permanece na 18ª posição com 18 pontos. Já o Eintracht aparece no 5º com 26.

O treinador Heiko Herrlich, elogiou o triunfo do adversário e declarou que faltou força e agressividade para os Leões terem saído com os três pontos.

"Parabéns ao Eintracht por vencer, pelo menos os espectadores neutros viram um grande jogo de futebol. Hoje tivemos nossas chances, mas não conseguimos usá-los defensivamente, não fomos agressivos o bastante. Frankfurt foi mais agressivo do que nós nas situações cruciais de hoje. Fizemos um bom trabalho contra isso, mas não encontramos os meios para lutar", afirmou.

Herrlich também comentou que é complicado jogar fora de casa contra um time bem no campeonato.

"O Eintracht Frankfurt é um time de topo absoluto, é difícil jogar aqui. Eu não posso culpar a equipe, eles deram tudo. Infelizmente, é uma constante cair e levantar nesta temporada. Nós nos saímos bem hoje, eles lideram os duelos na fronteira do permitido, eles estão um passo além do que somos, temos que dar um passo nessa direção", afirmou.

O próximo desafio do Bayer Leverkusen será contra o Schalke, na quarta-feira (19), pela 16ª rodada do Campeonato Alemão, na Veltins Arena, às 15h30. 
 

VAVEL Logo