Sai zica: Fiorentina vira dérbi contra Empoli e quebra jejum de oito jogos sem vitória
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Sai zica: Fiorentina vira dérbi contra Empoli e quebra jejum de oito jogos sem vitória

Viola não vencia desde a sétima rodada, mas quebrou invencibilidade de quatro jogos do rival com gols de Mirallas, Simeone e Dabo; Krunic abriu o placar no Artemio Franchi

bruno-da-silva
Bruno da Silva
FiorentinaLafont; Ceccherini, Pezzella, Vitor Hugo, Biraghi (Hancko, min. 90+3); Benassi, Norgaard (Dabo, min. 74), Gerson; Chiesa, Mirallas (Eysseric, min. 75), Simeone. Técnico: Stefano Pioli
empoli-fcProvedel; di Lorenzo, Maietta, Silvestre, Veseli, Antonelli (Untersse, min. 71); Bennacer (Capezzi, min. 54), Krunić, Traoré (Zajc, min. 72); La Gumina, Caputo. Técnico: Giuseppe Iachini
Placar0-1, min. 24, Krunic. 1-1, min. 40, Mirallas. 2-1, min. 59, Simeone. 3-1, min. 78, Dabo
INCIDENCIASPartida válida pela 16ª rodada da Serie A 2018-19, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Depois de oito rodadas e 77 dias, a torcida da Fiorentina finalmente pode comemorar uma vitória. Neste domingo (16), a Viola bateu o rival Empoli no Derby dell’Arno, em partida válida pela 16ª rodada da Serie A. Krunic abriu o placar para os visitantes, mas Mirallas, Simeone e Dabo garantiram o triunfo para a equipe de Florença.

A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio em Florença. A Fiorentina teve mais posse de bola - 60% - e oito a seis em finalizações, três para cada em chutes certos. Mesmo com mais tempo no campo de ataque rival, a Viola teve um rival sempre perigoso e com qualidade para trabalhar a bola no meio-campo - com destaque para o marfinense Traoré, de 18 anos.

O início foi favorável ao Empoli, que aproveitou espaços na nova formação da Fiorentina, que entrou em campo no 3-4-3, e teve dificuldade principalmente no lado direito. Aos 13, Caputo conseguiu giro para cima da marcação dentro da área e achou espaço para finalizar, exigindo defesa de Lafont no reflexo.

Depois de um início bom dos visitantes, a Viola esteve perto de abrir o placar. Aos 17, Biraghi marcou, mas o gol foi anulado por um milimétrico impedimento. Cinco minutos depois, Mirallas bateu falta lateral e Vitor Hugo subiu livre na pequena área, porém errou o alvo e mandou a esquerda. No lance seguinte, Caputo recebeu pela esquerda após subida de Antonelli e cruzou rasteiro para Krunic, que apareceu na área para completar e fazer 1 a 0.

A Fiorentina, pressionada pela torcida por conta dos resultados ruins, se lançou para o ataque e, apesar de alguns sustos que sofreu, se apoiou no ímpeto de Chiesa para buscar a igualdade. Aos 29, o jovem italiano arrancou do campo de defesa, tabelou com Mirallas e finalizou de canhota da entrada da área, mandando à esquerda. Oito minutos depois, o atacante da Squadra Azzurra recebeu de Benassi na quina da área e chutou forte no canto, mas Provedel salvou.

Aos 39, a Viola finalmente conseguiu seu gol. Após jogada de progressão de Gerson, Simeone recebeu pelo meio e deu bela assistência para Mirallas, que tirou do goleiro com um chute alto e empatou: 1 a 1. Na reta final da primeira etapa, a Fiorentina continuou mais presente no campo de ataque, mas falhou na definição das jogadas e o jogo foi para o intervalo com igualdade no placar.

Diferente da primeira etapa, a Fiorentina foi dominante durante a maior parte da segunda etapa. Apesar disso, a primeira chance foi do Empoli. Aos três, Antonelli recebeu com muito espaço pela esquerda após passe de Caputo, mas errou na finalização e mandou longe a chance de recolocar seu time a frente. Essa foi uma de apenas duas finalizações dos visitantes durante toda a segunda etapa, contra sete da Viola que fechou a partida com 61% de posse de bola.

Aos 13, Biraghi recebeu com muito espaço pela esquerda, ajeitou o corpo e cruzou com perfeição para Simeone tocar de cabeça no canto e virar o jogo no Franchi. Mesmo com a vantagem, a Viola manteve o ímpeto em busca de garantir a vitória. Dois minutos após o 2 a 1, Pezzella ficou com rebote em cobrança de escanteio e tocou de cabeça na segunda trave, onde Chiesa apareceu para finalizar de voleio, parando em defesa de Provedel.

Giuseppe Iachini não teve muitas chances de mudar o estilo de jogo do seu time, já que Bennacer e Antonelli foram substituídos por problemas físicos - apenas Zajc entrou na vaga de Traoré por opção. A única chance que o Empoli teve daí para frente foi aos 30. Em ótima jogada pela direita, Krunic deixou dois para trás e tocou rasteiro para trás; Krunic chegou batendo de primeira, mas Lafont brilhou para evitar o empate.

Pouco mais de dois minutos após entrar em campo, aos 32, Dabo recuperou bola no meio-campo, avançou pelo meio e arriscou chute rasteiro, vencendo Provedel e garantindo a tranquilidade para Fiorentina: 3 a 1. Chiesa teve algumas finalizações daí para o final de jogo que poderiam transformar a vitória em goleada, mas o placar se manteve até o apito final de Piero Giacomelli.

Com 22 pontos, a Fiorentina sobe momentaneamente para o oitavo lugar, dois pontos atrás do Sassuolo, que ocupa a última vaga de Europa League. Já o Empoli tem sua sequência de quatro jogos invicto quebrada e permanece com 16 pontos, na 15ª colocação.

Os dois times voltam a campo no sábado (22). A Fiorentina enfrenta o Milan, fora de casa, enquanto o Empoli recebe a Sampdoria. As duas partidas estão marcadas para às 12h (horário de Brasília).

VAVEL Logo

Itália Notícias