Unai Emery destaca processo de evolução do Arsenal após eliminação: "Criando identidade"
Foto: Divulgação/Arsenal FC

Unai Emery destaca processo de evolução do Arsenal após eliminação: "Criando identidade"

Técnico falou sobre a performance e sobre a ausência do meia Mesut Özil na partida após derrota em casa para arquirrival Tottenham

hiquesilvestre
Henrique Vigliotti

Após a derrota do Arsenal por 2 a 0 no clássico contra o Tottenham, o comandante Unai Emery deu diversas declarações sobre o desempenho da equipe e principalmente sobre a ausência de Mesut Özil na partida desta quarta-feira (19).

+ Tottenham elimina Arsenal e se classifica às semis da EFL Cup

Avaliando o desempenho, o técnico lamentou e disse que a derrota de hoje é normal e faz parte do processo de formação de uma equipe com o Tottenham, estando um patamar acima  neste processo - esta fala se deve ao rival já estar com o mesmo técnico desde 2014.

''Hoje estou feliz com o nosso desempenho, mas não feliz com o nosso resultado. Mas também acho que estamos fazendo nosso processo. Eles estão à nossa frente neste processo. Precisamos continuar criando nossa identidade, nossas ideias fortes para serem mais consistentes nos jogos. Mas este é o nosso caminho. Agora terminamos nesta competição e estamos pensando no sábado porque temos mais três competições muito importantes, a primeira é a Premier League, depois a Liga Europa e também a FA Cup. Hoje terminamos esta competição'', disse.

Sobre a escalação de Xhaka na zaga, Emery destacou que esta feliz com o empenho dos jogadores jogando em várias funções, e ainda comentou que a opção foi por conta do cansaço de Koscielny que jogou na última partida e esta voltando de grave lesão.

''Cada jogador está nos ajudando com grandes compromissos, jogando em posições diferentes, porque às vezes a equipe precisa deles lá. Laurent Koscielny jogou no domingo e depois de voltar de sua lesão, começando contra o Tottenham teriam sido muitos minutos em campo. Granit (Xhaka) está ajudando e eu estou feliz com ele e seu desempenho. Seu compromisso em nos ajudar é muito importante'', destacou.

Uma das decisões mais polêmicas para a partida contra os Spurs foi a ausência de Özil até no banco de reservas. O técnico disse que foi uma decisão tática do que ele pensava para a partida e, sobre uma possível saída em janeiro, afirmou que não pensa nisso agora focando apenas na próxima partida deixando o futuro em aberto.

''É uma decisão tática porque achei que os jogadores que estavam conosco hoje foram as melhores escolhas para esta partida.Meu foco agora é analisar este jogo e também sábado contra o Burnley é muito importante. Vamos avaliar todos os jogadores, como estão amanhã no treino  para um jogo difícil contra o Burnley no sábado. Estou pensando no jogo no sábado e não pensando em outra situação'', explicou.

O Arsenal enfrenta o Burnley no próximo sábado (22), às 10h30. Os Gunners ocupam o quinto lugar da Premier League, com 34 pontos, três atrás do quarto colocado Chelsea.

VAVEL Logo