Vitor Hugo falha, é expulso, e Parma vence Fiorentina fora de
casa
Foto: Divulgação/Parma Calcio

Vitor Hugo falha, é expulso, e Parma vence Fiorentina fora de casa

Brasileiro fez feio no lance do único gol da partida, marcado por Inglese, e ainda recebeu vermelho durante segundo tempo; visitantes não venciam a quatro rodadas

bruno-da-silva
Bruno da Silva
FiorentinaLafont; Milenkovic (Laurini, min. 39), Pezzella, Vitor Hugo, Biraghi; Veretout, E.Fernandes (Ceccherini, min. 69), Benassi (Gerson, min. 54); Pjaca, Chiesa, Simeone. Técnico: Stefano Pioli
ParmaSepe; Gazzola, Iacoponi, Bastoni, Gagliolo; Stulac (Scozzarella, intervalo), Deiola, Rigoni (Barillà, min. 75); Siligardi (Gervinho, min. 87), Biabiany, Inglese. Técnico: Roberto D'Aversar
Placar0-1, min. 45+2, Inglese
INCIDENCIASPartida válida pela 18ª rodada da Serie A Tim 2018-19, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

A torcida da Fiorentina que foi ao Artemio Franchi nesta quarta-feira (26) esperando um bom presente de Natal atrasado saiu decepcionada. Com gol de Inglese, aos 46 do primeiro tempo, o Parma quebrou a sequência de quatro partidas sem vencer com uma vitória por 1 a 0, pela 18ª rodada da Serie A. O destaque negativo ficou por conta de Vitor Hugo, que falhou feio no lance do gol e também deixou a Viola com um a menos aos 21 da segunda etapa. O Parma não vencia a Fiorentina a 11 partidas, desde novembro de 2009.

A primeira etapa foi de um domínio claro da Fiorentina, apesar da falta de velocidade em alguns momentos. A Viola teve 63% de posse de bola e nove finalizações dos mandantes, contra duas dos visitantes, seis a um em chutes certos. O Parma apostou em uma estratégia bem conservado, e só acertou 101 passes em 47 minutos.

Logo aos três, Benassi recebeu de Fernandes na entrada da área após longa troca de passes e chutou no canto, mas Sepe espalmou. Aos 16, depois de boa arrancada pelo meio, Chiesa assistiu Simeone, que foi travado na hora do chute. No rebote, o italiano arriscou de canhota tentando surpreende, porém o goleiro do Parma apareceu para defender outra vez.

Apesar da Fiorentina ter a iniciativa do jogo, teve dificuldades para entrar na área, e teve em alguns momentos apostar em chutes de maior distância, que foram pouco efetivos. O Parma se fechou dentro da área e conseguiu evitar chances mais perigosas. Aos 24, em falta levantada por Veretout para a área, Simeone finalizou em duas oportunidades, porém, em ambas, a zaga gialloblù bloqueou.

Aos 39, Stefano Pioli precisou fazer uma alteração por lesão: Milenkovic saiu para a entrada de Laurini - que levou amarelo segundos depois. Com dificuldades para atacar, a Fiorentina não teve mais grandes oportunidades até os 45, quando Veretout ficou com rebote de uma bola desviada na entrada da área e arriscou de longe, parando em Sepe. No lance seguinte, o Parma conseguiu o que queria. Deiola deu passe ruim na direção da entrada da área, mas Vitor Hugo furou e a bola se ofereceu para Inglese, que tirou de Lafont e fez 1 a 0 pouco antes do intervalo.

O panorama de domínio da posse de bola da Fiorentina se manteve na segunda etapa, mas as chances claras diminuíram. Foi padrão no jogo ver a Fiorentina ter suas finalizações bloqueadas pela defesa do Parma em vários momentos. Das 34 finalizações da Viola, foram apenas seis na direção do gol, e 12 travadas pela defesa gialloblù. Aos seis, Chiesa recebeu na quina da área, driblou para dentro e arriscou chute efeito, à esquerda.

Para piorar sua atuação ruim, Vitor Hugo derrubou Biabiany em contra-ataque puxado pelo Parma e levou cartão vermelho direto. Pioli, que já havia feito uma alteração por lesão, queimou sua última mudança para reconstruir sua defesa – Gerson havia entrado minutos antes -, e a Fiorentina ficou com menos opções ainda. Roberto D’Aversa fez alterações para manter a estratégia do time, sem se fechar mais e aumentando o fôlego do seu time, que precisou de segurar, e o fez bem.

Mesmo com um a menos, a Fiorentina terminou a partida com 69% de posse de bola, e tentou pressionar, mas conseguiu superar a defesa do Parma em apenas raros momentos. Biraghi teve cobrança de falta perigosa aos 39, mas mandou por cima. Já na reta final, aos 47, Chiesa cruzou da direita, Pjaca dominou e ficou em boa posição para bater cruzado, porém Sepe defendeu e garantiu a vitória do time visitante.

O Parma, que voltou a vencer após quatro rodadas, chegou aos 25 pontos e igualou a Fiorentina na classificação. O time de Florença leva vantagem no saldo de gols e ocupa a nona colocação, enquanto o time gialloblù está em 10º.

As duas equipes voltam a campo no sábado (29), às 12h (horário de Brasília), na última rodada antes da parada de inverno. A Fiorentina viaja para enfrentar o Genoa, enquanto o Parma joga no Ennio Tardini contra a Roma. Partidas válidas pela 19ª rodada.

VAVEL Logo