Milan encerra seca de gols após quatro jogos e derrota Spal no San Siro 
Vitória do Milan serviu de alívio principalmente pra Gattuso e Higuaín (Divulgação/AC Milan)

Milan encerra seca de gols após quatro jogos e derrota Spal no San Siro 

Castillejo e Higuaín desencantaram e deram um suspiro a mais para a Diavolo no campeonato

caio__vinicius
Caio Vinicius

Ufa! Após quatro rodadas sem marcar na Serie A e uma série de sofrimentos em campo, o Milan voltou a dar alegrias ao seu torcedor e com bastante emoção. Neste sábado (29), a Diavolo venceu a SPAL de virada, por 2 a 1, no San Siro, pela décima oitava rodada da liga.

A partida iniciou com o Milan na frente das ações e quase abrindo o placar logo nos primeiros 10 minutos. Aos 8, após falta cobrada pelo lado direito, Romagnoli testou pro fundo das redes, mas o bandeira assinalou impedimento. O árbitro consultou o VAR e anulou o gol do zagueiro.

Aos 12, veio o balde de água fria na equipe rossonera. Ligação direta feita pelo defensor da SPAL ao ataque e Petagna dominou de peito, já girando. O atacante finalizou colocado e a bola desviou em Romagnoli antes de ir pro fundo das redes. Lei do ex para abrir o placar.

No entanto, a alegria dos visitante durou só três minutos. Momentos após o gol, em contra-ataque, Thiago Cionek tentou afastar o perigo, mas a bola sobrou nos pés de Castillejo, que ganhou do zagueiro e mandou um petardo. Empate muito comemorado pelos milanistas, que voltaram a marcar após quatro partidas.

A equipe da casa seguiu em cima na tentativa de virar, mas a falta de eficiência do ataque veio a tona no primeiro tempo. Durante a etapa complementar, vaias para alguns jogadores, como Higuaín, que fazia partida ruim até então.

Só que o argentino respondeu da melhor forma: com bola na rede do adversário. Cruzamento da direita, Calhanoglu apareceu no segundo pau sem marcação e tocou para o meio, encontrando o argentino. Ele limpou o defensor e chutou bonito para virar o jogo. Tento que dava tranquilidade ao camisa 9 milanista, que vem de uma fase ruim.

O time de Ferrara ensaiou uma pressão no fim, para tentar igualar novamente o placar. Aos 84, Petagna ganhou do zagueiro e quando ia finalizar, Romagnoli deu um carrinho provisório para tirar o perigo. 

Para aumentar o drama rossonero, aos 88, Suso recebeu vermelho e foi para o vestiário mais cedo. Dez minutos antes, o espanhol levou cartão amarelo por reclamação de uma falta do atacante Cutrone assinalada pelo árbitro. Logo depois, derrubou Schiattarela e acabou expulso.

Nos acréscimos, quem resolveu dar as caras foi Donnarumma, com uma defesa espetacular. Levantamento feito na área e o jovem goleiro pulou para defender com uma mão. Fim de jogo em Milão e vitória para a Diavolo.

Esse resultado permite a equipe milanista voltar a brigar pela Liga Europa na tabela. O time se encontra na quinta colocação, com 31 pontos, um a menos que o quarto, Lazio. Já a Spal segue na parte debaixo, ocupando a décima sexta posição, com 17 pontos.

Os dois times voltam a campo no próximo ano, em janeiro, mas por torneios diferentes. No dia 12, sábado, o Milan visita a Sampdoria em Gênova, pela Coppa Italia. A bola rola ás 15h (horário de Brasília). Já a Spal, fora do torneio, só retorna aos gramados no dia 20, domingo, diante do Bologna, em casa, pela Serie A.

VAVEL Logo