Manchester City bate Liverpool e assume vice-liderança da Premier League
Reprodução/Manchester City

Manchester City bate Liverpool e assume vice-liderança da Premier League

Com gols de Aguero, Sané e Firmino descontando, City e Liverpool fizeram um grande jogo, que voltou a "abrir" o campeonato 

felipebs2007-gmail_com
Felipe Barbosa

Relembrando os duelos de 2018, Manchester City e Liverpool fizeram um jogo digno de líder e vice-líder da Premier League nesta quinta-feira (3) no Ettihad Stadium. Válida pela 21ª rodada do campeonato, a “Partida do ano” (nomeada por alguns fãs), contou com diversos fatores que contribuíram muito para que fosse um grande jogo, que terminou colocando o City de volta a disputar o título.

Dado o início da partida, as equipes faziam tentativas de roubar a bola e ir ao ataque. A primeira boa chance foi dos Reds, Arnold cruzou e a bola desviou em Fernandinho, mas Ederson, atento, encaixou. Com 17 minutos no cronômetro, Salah recebeu no meio campo, se livrou da marcação e tabelou com Firmino, recebeu de volta e colocou na frente para Mané, que saiu na cara do goleiro e bateu rasteiro acertando a trave. Na sequência, Stones tentou tirar, mas chutou a bola no goleiro e quase saiu o gol contra, mas o zagueiro inglês conseguiu se recuperar e tirou em cima da linha.

Os dois times se anulavam, fazendo com que os jogadores do meio de campo adversários não tivessem espaço para jogar. Com meia hora de jogo, poucas finalizações, apesar da tensão criada, o City tentou com David Silva e Sané, mas Van Dijk levou a melhor nas duas. Alguns lances mais duros, fizeram com que Wijnaldum e Kompany levassem cartão amarelo.

Com 40 minutos, o dono da casa empurrava o Liverpool para dentro da área, tentava encontrar uma finalização. Depois da bola ser afastada duas vezes pela defesa dos Reds, um cruzamento de Bernardo Silva, pela esquerda, encontrou Agüero dentro da pequena área, o argentino dominou e soltou uma bomba de pé esquerdo, quase sem ângulo, acertando o topo da parte interna das redes, abrindo o placar no Ettihad, 1 a 0. Sem outras oportunidades, o primeiro tempo terminou.

A etapa complementar trouxe o que não houve anteriormente, chances de gol. Apesar do 1 a 0 no placar, poucas oportunidades de gol aconteceram. Com 7 minutos Fernandinho arriscou de fora da área, mas mandou longe. Os Citizens  jogavam explorando os contra-ataques, para não correr muitos riscos contra o trio ofensivo do adversário. Arnold e Danilo também tentaram finalizar, mas sem sucesso.

Com 17 minutos, a melhor chance do Liverpool. Arnold cruzou, Kompany cortou mal e a bola sobrou para Firmino, que chutou rasteiro, mas a defesa tirou em cima da linha do gol. Dois minutos depois, Arnold tinha a bola e estava livre, avançou e cruzou de esquerda, a bola atravessou a área e foi na direção de Robertson. O lateral avançou livre nas costas de Danilo e escorou para o meio, onde Firmino apareceu livre e mandou de peixinho para o fundo do gol, empatando o jogo, 1 a 1.

O empate era confortável para o Liverpool, e desesperador para o Manchester City, pois a diferença voltava a ser de sete pontos. Os times seguiam suas estratégias, mesmo com o placar alterado.

Com 27 minutos Sterling saiu na velocidade, puxando um contra-ataque muito veloz. Sané e Agüero acompanhavam, a bola foi passada para o alemão, que invadiu a área e bateu cruzado, a bola tocou na trave e entrou do outro lado, 2 a 1 para o City e a diferença caiu para 4 pontos.

O time de Pep Guardiola teve a chance de matar o jogo. Aos 36, outro contra-ataque armado por Sterling, ele sinalizou para Agüero abrir na direita, o argentino foi e recebeu, saiu na cara de Alisson e tentou driblá-lo, quando chutou, o brasileiro fez a defesa, evitando o terceiro gol.

Na sequência foi a vez do time de Klopp perder uma boa chance. Salah invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, Ederson fez uma grande defesa, e evitou o empate. No escanteio, a bola não entrou no gol, a defesa e o goleiro do City afastaram pelo menos 3 chutes na direção do gol, tudo de dentro da área.

Aos 44 do segundo tempo, Shaquiri recuou mal e deu de presente para Bernardo. Na cara do gol, o português chutou para a defesa de Alisson. A bola sobrou no meio da área para Sterling, que chutou pra fora, desperdiçando outra chance. O Liverpool se lançou ao ataque depois disso, mas não levou perigo, e assim terminou o jogo.

Com 54 pontos, o Liverpool lidera a Premier League, seguido agora de perto pelo Manchester City, que tem 50 pontos. A próxima rodada do campeonato acontece no outro fim de semana, sábado (12), os Reds visitam o Brighton, e na segunda-feira (14), o City recebe o Wolverhampton, jogos da 22ª rodada.

VAVEL Logo