Com time reserva, Arsenal bate Blackpool e avança na FA Cup
Foto: Reprodução/Arsenal

Com time reserva, Arsenal bate Blackpool e avança na FA Cup

Destaque da partida foi o garoto Willock, autor de dois gols

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Pela terceira rodada da tradicional Copa da Inglaterra, Blackpool e Arsenal cruzaram-se no Bloomfield Road em busca de uma vaga na próxima fase da competição. Os Gunners, atualmente figurando na quinta colocação da Premier League, se deram o luxo de colocar vários reservas e jovens jogadores para encarar o rival. O time da casa, por sua vez, está estacionado no meio de tabela na Championship e sua torcida vê a FA Cup com bons olhos para a equipe fazer bonito em alguma competição de nível nacional nesta temporada.

Recheado de garotos, Unai Emery poupou várias peças de renome da equipe principal e optou por jovens na linha de frente, como foi o caso do quarteto de ataque, que teve Maitland-Niles, Willock, Iwobi e Nketiah. O destaque do Blackpool ficava por conta de Feeney, rodado atacante de 31 anos e que já teve passagens por times do Campeonato Inglês  como Cardiff e Bolton.

O início de jogo foi bem intenso para as duas equipes. As primeiras jogadas já levaram perigo aos goleiros. No primeiro minuto, Feeney chutou cruzado para a boa defesa de Cech, mas o juiz já havia assinalado impedimento do no lance. Apenas 3 minutos mais tarde foi a vez do Arsenal ameaçar o gol de Howard, não fosse o erro de Nketiah na cara do gol.

Aos 11 minuto, os Gunners não perdoaram o modesto time da casa. Depois da excelente cobrança de falta de Ramsey parar direto no travessão, Willock pegou o rebote de cabeça para o fundo das rede. O gol fazia jus ao bom jogo apresentado pelo Arsenal nos minutos iniciais de partida.

Os londrinos souberam dominar o meio-de-campo, sem dar oportunidades para os donos da casa.  As arrancadas do nigeriano Iwobi foram muito eficazes pelo lado esquerdo do ataque visitante e deram trabalho para o Blackpool.

Mas parecia ser o dia do garoto Willock. Aos 37, em nova jogada de contra-ataque do Arsenal, Nketiah enxergou o atacante livre na pequena área e encaixou um ótimo passe para sair o segundo tento, ainda na primeira etapa. No último minuto, Nketiah ainda teve a chance de marcar o terceiro e praticamente liquidar o resultado, mas Howard salvou a pátria.

O Blackpool falhou em ser efetivo nos 45 minutos iniciais. Restava para Terry McPhillips, manager do time de Bloomfield Road, fazer diferente para sua equipe conseguir reagir na segunda etapa.

Mas o jogo não recomeçou da maneira que o Blackpool esperava, já que o Arsenal continuou tomando as ações da partida. A jogada de maior perigo do time da casa se deu com o lateral-direito Nottingham, que chutou cruzado com perigo, perto do gol de Cech, com 15 minutos do segundo tempo.

O cenário, entretanto, não mudou e o confronto ficou bem morno até os minutos finais. Isso até o Arsenal não botar um ponto final no resultado. No minuto 82’, Alex Iwobi pegou o rebote do chute de Ramsey e marcar o terceiro da partida. O jogador ainda teve a oportunidade de marcar seu segundo gol na partida, na jogada seguinte de ataque em velocidade , não fosse a defesa do goleiro Howard, que teve bastante trabalho no jogo.

E assim os Gunners conseguiram avançar para a próxima fase, com bastante facilidade e numa partida que serviu de teste para seus bons jovens atacantes.

VAVEL Logo