Salah marca de pênalti, Liverpool vence Brighton e garante vantagem na liderança
(reprodução/twitter)

Salah marca de pênalti, Liverpool vence Brighton e garante vantagem na liderança

O Liverpool não teve grande atuação jogando fora de casa contra o Brighton, mas conseguiu a vitória pelo placar mínimo

samueljmsoares
Samuel Soares

Neste sábado, 12, o Liverpool foi até o litoral da Inglaterra para enfrentar o Brighton, no Amex Stadium, pela 22º rodada da Premier League. O líder do campeonato conquistou mais uma vitória, dessa vez pelo placar de 1 a 0, com gol de Salah. Apesar de não ter feito grande atuação, a equipe joga a responsabilidade para o City.

A primeira boa chance criada pelo líder do campeonato ocorreu aos nove minutos de jogo, o cruzamento rasteiro de Mané cruzou a área e Firmino não alcançou para finalizar. O Liverpool tocava a bola de um lado para o outro tentando furar a sólida linha defensiva da equipe mandante, enquanto os Seagulls procuravam um contra-ataque longo. Aos 15 minutos, o atacante Murray teve a oportunidade de cabeçear livre dentro da área dos Reds, mas não finalizou na direção do gol. Com 17 minutos de jogo, a posse de bola da equipe de Klopp era de 75%.

O jogo continuou com as mesmas caras dos minutos iniciais. O Liverpool buscava o ataque, mas sem tanta intensidade como de costume. Os Reds pareciam estar bem preocupados em não dar chance de contra-ataque ao time da casa. O meio de campo congestionado obrigava os visitantes a buscarem alternativas nas laterais. Apesar da intensa movimentação dos três homens de frente e Shaquiri, a dificuldade do Liverpool em construir jogadas ofensivas era nítida.

Os primeiros 45 minutos de jogo terminaram com apenas quatro chutes da equipe de Klopp e duas finalizações do Brighton. A proposta de jogo do time da casa acabou sendo mais efetiva, uma vez que não sofreram gols e poderiam ir para o segundo tempo com um adversário pressionado pela vitória.

O time do Brighton acabou deixando um buraco no lado do campo logo aos 47 minutos, e Salah avançou em velocidade para obrigar o goleiro Button a fazer a primeira defesa. Pouco menos de um minuto depois, o Egípcio carregou a bola para cima da marcação pelo outro lado e sofreu o pênalti. O próprio jogador converteu a cobrança e abriu o placar para os Reds. A partir daí, o líder da Premier League passou a ter mais espaço para jogar no campo ofensivo, já que passou a ter mais espaço pela obrigação do Brighton de sair da sua zona de conforto.

A posse de bola do Liverpool seguia avassaladora. Aos 60 minutos, ainda se mantinha na média de 68%. E a vantagem do time não se refletia apenas nessa estatística, apesar das alterações feitas pelo mandante, as melhores chances seguiam sendo do líder do campeonato. Wijnaldum quase ampliou o placar após bela jogada trabalhada dos seus companheiros de time, o chute rasteiro passou assustando o Button. Mané também teve a chance de marcar o gol aos 86 minutos em contra-ataque. Salah atraiu a marcação e o jogador carregou a bola, finalizou, mas teve o chute desviado.

VAVEL Logo