Chiesa marca dois, Fiorentina supera Torino fora de casa e avança na Copa da Itália
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Chiesa marca dois, Fiorentina supera Torino fora de casa e avança na Copa da Itália

Atacante marcou aos 41 e 47 do segundo tempo e assegurou passagem da Viola às quartas de final da competição

bruno-da-silva
Bruno da Silva
torino fcSirigu; Izzo, N'Koulou (Lyanco, min. 73), Djidji; de Silvestri, Meité, Rincón, Baselli (Lukic, min. 78), Aina (Berenguer, min. 88); Iago Falqué, Belotti. Técnico: Walter Mazzarri
FiorentinaLafont; Milenkovic, Pezzella, Vitor Hugo, Biraghi; Veretout, E.Fernandes, Benassi (Dabo, min. 88); Chiesa, Mirallas (Gerson, min. 52), Muriel (Simeone, min. 64). Técnico: Stefano Pioli
Placar0-1, min. 87, Chiesa. 0-2, min. 90+2, Chiesa
INCIDENCIASPartida única válida pelas oitavas de final da Copa da Itália, no Stadio Olimpico Gran Torino, em Torino, Itália

No fim de semana do retorno do calcio, a Fiorentina conseguiu uma ótima vitória fora de casa contra o Torino, e avançou às quartas de final da Copa da Itália. O jovem Chiesa marcou duas vezes na reta final do jogo e garantiu a vitória viola no Stadio Olímpico de Turim neste domingo (13). A partida marcou a estreia do centro-avante Luis Muriel no time de Florença. A Viola não perde fora de casa desde outubro - duas vitórias e cinco empates no período.

A primeira etapa teve o Torino com um controle aparente do jogo, mas a Fiorentina com as chances mais claras. O time da casa teve mais posse de bola em um período de poucas emoções - 60% -, mas a Viola finalizou quatro vezes, o dobro do Toro. Aos 14, Muriel cruzou da esquerda, Djidji afastou para frente e Fernandes finalizou de primeira no rebote, perto da trave esquerda.

O jogo discorreu sem muitas emoções na primeira etapa, com o Torino presente no campo de ataque, mas sem muitas chances claras. Iago Falqué movimentou-se por todo o campo em busca de espaços e jogadas perigosas, porém sem muita eficiência.

Já na reta final do primeiro tempo, a Viola foi quem teve as melhores chances. Aos 40, após cobrança de falta para a área, Benassi lutou pela bola e ela sobrou para Veretout, que arriscou de primeira e exigiu boa defesa de Sirigu. Já nos acréscimos, Benassi descolou cruzamento rasante para a pequena área, e Mirallas desviou com perigo, mas novamente o goleiro granata apareceu para evitar o gol dos visitantes.

O segundo tempo continuou com um panorama parecido, e a Fiorentina, com 42% de posse de bola, finalizou cinco vezes, contra três do Torino, quatro a zero em chutes certos. Somando 100 minutos de jogo, o time da casa não conseguiu nenhuma finalização na direção do gol de Lafont.

O melhor momento do Toro no jogo foi o início da segunda etapa. Em três lances de bolas alçadas para a área, o time esteve perto de abrir o placar. Aos cinco, em cobrança de escanteio da direita, a bola sobrou na segunda trave e Belotti finalizou colocado, muito perto da trave esquerda. 

Aos 11, Veretout cobrou escanteio fechado, e Vitor Hugo antecipou Sirigu, mas errou a cabeçada. O técnico Stefano Pioli mexeu no ataque para buscar novo fôlego, sacando Mirallas e Muriel para as entradas de Gerson e Simeone - que acabou sendo essencial para a classificação viola.

O Torino, esbarrando na boa postura defensiva da Fiorentina, chegou perto na bola aérea. Aos 26, Aina descolou cruzamento milimétrico e de Silvestri apareceu no meio da área para finalizar, muito perto do travessão. O lateral-direito, ex-jogador da Viola, chegou a balançar as redes aos 35, mas, apesar da demora de quase quatro minutos para checagem do VAR, o gol foi bem anulado.

Já aos 41, quando parecia que o jogo se encaminharia para a prorrogação, Simeone puxou contra-ataque pela esquerda, deixou dois marcadores par trás, e finalizou para defesa de Sirigu. No rebote, Chiesa chutou travado e mandou no canto, abrindo o placar. 

Aproveitando os espaços que o Torino deixou na reta final, a Fiorentina teve boas chances de contra-ataque para matar o jogo, e conseguiu aos 47. Chiesa avançou pela direita após chutão de Dabo, aproveitou vacilo do brasileiro Lyanco, e tocou com categoria de três dedos na saída do goleiro para garantir a classificação da Fiorentina: 2 a 0.

O adversário da Fiorentina nas quartas de final será decidido nesta segunda-feira (14), às 18h, no confronto entre Roma e Virtus Entella. O próximo jogo da Viola, pela Serie A, é diante da Sampdoria no próximo domingo (20), às 12h. O Torino enfrenta justamente a Roma, na capital, no sábado (19), às 12h. Partidas no horário de Brasília.

VAVEL Logo